Umberto faz mistério sobre escalação e pede jogo ofensivo: “Não podemos abrir mão”

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

A semana do Guarani foi de muito mistério. Todos os treinos do Alviverde foram realizados com portões fechados. E, nesta sexta-feira, o técnico Umberto Louzer adotou a mesma postura e manteve em segredo a escalação do Bugre para o confronto deste sábado.

“Independentemente da formação que eu escolher, será nova. Quem eu escolher tem a confiança minha e do grupo para fazer uma grande partida e ajudar o time a vencer. Quanto aos quatro da frente, tem essa possibilidade. Fizeram diferença na competição anterior, contribuíram muito com gols. Tenho certeza que, eu optando por essa formação, estaremos bem servidos”, afirmou.

Umberto analisou a situação do lateral-direito Lenon e pregou cautela: “Estou esperando a confirmação, mas do meu ponto de vista o atleta só estará em campo se estiver 100% para desenvolver seu trabalho. Não podemos expor o atleta de uma forma que vá comprometer sua saúde”, disse. “Vamos levar ele a campo se estiver apto a atuar num jogo dessa grandeza”, completou o treinador

Por fim, o treinador reafirmou seu modelo de jogo e pediu um time ofensivo: “O Guarani tem uma característica de propor o jogo, fazer o jogo ofensivo. Não pode abrir mão disso, mas tomando as devidas precauções para não proporcionar o contra-ataque do adversário. A gente teve a postura de imposição fora de casa, contra o Atlético-GO. É dessa maneira que vamos encarar o jogo, respeitando nosso oponente, mas sem abrir mão da nossa essência”, finalizou.

Confira a entrevista coletiva

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email