Ney da Matta deixa o Guarani

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

No início da manhã deste sábado, a diretoria do Bugre e o técnico Ney da Matta entraram em acordo e o treinador não comandará mais o Bugre em 2017. A rescisão de contrato entre as duas partes aconteceu de maneira amigável. Também deixam o clube, junto com o treinador: Altamir Júnior, preparador físico e o auxiliar técnico Tony Ferreira.

Campeão Brasileiro da Série C, Ney da Matta realizou 6 jogos à frente do Guarani. Foram três vitórias, diante de: Oeste, Rio Preto e União Barbarense. 1 empate com o São Caetano e 2 derrotas para Bragantino e XV de Piracicaba. À frente do alviverde, o técnico somou 10 pontos e obteve um aproveitamento aproximado de 55,6 %.

“Eu só tenho que agradecer. A torcida que nos apoiou muito, a diretoria que também esteve ao nosso lado e desejo que o Guarani seja feliz porque é um clube que tem tudo para ser, se continuar do jeito que está sendo feito vai dar certo. Os jogadores mudaram a conduta deles e realmente encaixaram no perfil da competição. Agora eu fico de fora torcendo muito para as coisas darem certo. Estamos deixando o time em uma situação boa e eu só tenho agradecer”, disse o treinador em contato com a Assessoria de Imprensa.

O presidente do Guarani, Horley Senna também falou sobre a saída: “Em reunião com o CA, o Departamento de Futebol e o Palmeron, ficou decidido pela saída do técnico Ney da Matta. Deixei todos bem à vontade mas fui contra a demissão. Meu ponto de vista não é esse mas não vou contrariar todo um colegiado. Portanto a demissão foi oficializada mas com meu voto contrário”, disse Horley.

O presidente também aproveitou para falar sobre a posse nas eleições: “Estou comunicando a comissão eleitoral, à qual eu havia pedido prorrogação do mandato até o final do Campeonato Paulista, uma vez que omisso à data da posse no atual estatuto, que estou retrocedendo do meu pedido e sugerindo que a posse seja feita no dia subsequente à eleição, para que o eleito tome posse imediatamente. Há pelo menos dois anos e três meses eu e minha diretoria trabalhamos em prol do Guarani das sete e meia até dez, onze horas da noite. Não estou em condições físicas apropriadas, nem me sinto confortável por ter que resolver o dia-dia do clube por WhatsApp ou fazer reuniões por videoconferência. Quando começo um trabalho tenho objetivo de terminar. Segunda-feira estou oficializando meu pedido à comissão eleitoral”, finalizou Horley Senna.

O Departamento de Futebol do Guarani trabalha com alguns nomes e deve anunciar, ainda neste sábado, o novo treinador. O Guarani agradece os serviços prestados e deseja sucesso ao treinador!

Departamento de Comunicação
Guarani Futebol Clube

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email