Nei Pandolfo é o novo executivo de futebol do Bugre

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

A diretoria do Guarani agiu rápido e definiu o substituto de Marcus Vinicius. Trata-se de Nei Pandolfo, que estava no Bahia. Nei chegou ao Brinco na tarde desta sexta-feira (28) e foi apresentado como novo executivo de futebol do Bugre. Esta será sua segunda passagem por Campinas. Em 1986, como atleta, fez parte do grupo que foi vice-campeão Brasileiro da Série A.

Como dirigente, Nei Pandolfo atua desde 1998 quando começou como gerente de futebol no Bragantino. De lá pra cá passou por: SP Liaoning Football, Santos, Palmeiras, Atlético Mineiro, Botafogo-SP, Sport e Bahia. Formado em Educação Física pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Nei é natural de Ribeirão Preto e tem 55 anos.

Em entrevista coletiva, o novo executivo falou sobre a oportunidade que terá daqui pra frente: “Eu não considero um desafio, considero como uma oportunidade trabalhar em um clube que tem um campo de crescimento muito grande. Tenho um enorme carinho, passei por aqui e sempre acompanhava mesmo que de longe. Temos um treinador qualificado, profissionais que estão se dedicando com muita boa vontade e pré-dispostos à conseguir levar o clube onde ele merece estar. Eu espero fazer parte desse crescimento e ajudar bastante nesse processo”, iniciou dizendo Nei Pandolfo.

O novo executivo também analisou o cenário da equipe: “Quando eu saí do Santos após três anos, sendo tricampeão Paulista e campeão da Libertadores, eu fui para o Sport iniciar um processo da segunda divisão para a primeira com uma montagem de elenco. Hoje está aí um Sport com uma base que acabamos deixando”, explicou.

Em relação a montagem do elenco, Nei afirmou: “Eu também já passei dificuldades. A minha formação fora de campo, como gerente/supervisor, foi em um Bragantino em uma época difícil. Eu já naveguei por esses caminhos do futebol. São mais de 35 anos nesse meio e o mais importante é que todos estão pré-dispostos no clube. Eu venho para agregar com a experiência e relacionamento que tenho com clubes de todas as divisões do país”, finalizou.

Palavra do Presidente

O presidente do Guarani, Palmeron Mendes Filho, fez questão de agradecer Marcus Vinicius e dar boas-vindas à Nei Pandolfo: “Primeiramente estamos aqui para agradecer ao Marcus Vincius que permaneceu conosco por mais de 1 ano. Ele entrou em um momento delicado da história do clube e conseguiu junto com o Rodrigo Pastana o acesso à Série B. Nós só temos que agradecer o profissional e desejar sorte na caminhada”, disse.

“Há alguns dias nós demos inicio na restruturação do Departamento de Futebol com a chegada do Vadão, do Vaguinho e do Fabinho Guerreiro. Agora damos mais um passo com a apresentação do Nei Pandolfo. Daqui para frente ele será nosso executivo de futebol”, finalizou Palmeron.

Vadão também aprovou

“Bom da minha parte é simples. Assumimos em um momento difícil do clube e não conseguimos o acesso. A diretoria decidiu que deveria ter uma mudança na gerência e concordo plenamente com as palavras do presidente. O Marcus Vinicius estava há mais de um ano no clube mas hoje as pessoas que estão sendo mais cobradas são as mesmas que ajudaram no acesso à Série B. Porém como futebol é muito dinâmico, houve essa necessidade. Obviamente não passou por mim essa decisão mas chega uma pessoas que dispensa comentários”, afirmou Vadão.

“O Nei já jogou aqui e tem uma história. É da nova geração dos executivos de futebol e vem fazendo um bom trabalho por onde passa. É uma honra poder trabalhar com ele e espero que possamos levar o Guarani de volta para onde ele merece”, finalizou o treinador.

 

 

 

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email