Guarani sofre revés em Mogi Mirim

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Após empatar em casa com a Portuguesa, o Guarani foi até Mogi Mirim para enfrentar os donos da casa, pela 17ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2. Precisando vencer para se manter no G4, o Bugre foi surpreendido pela equipe adversária e perdeu por 1 a 0, com gol de Miguel, em um pênalti, no mínimo, duvidoso.

O Bugre volta a campo na próxima segunda-feira (17), às 20h, para enfrentar o Barretos, no Brinco de Ouro.

O Jogo

Com pouco tempo para preparar a equipe, o técnico Vadão fez apenas o necessário para enfrentar o Mogi Mirim. Auremir, suspenso pelo terceiro cartão amarelo foi substituído por Marcinho. Sendo assim, o alviverde mudou sua forma de jogar, saiu do 4-2-3-1 e passou para o 4-1-4-1 apenas com Evandro à frente da zaga.

A mudança deu mais mobilidade e poder de criação ao time e o Bugre demonstrou isso na maioria do tempo, na primeira etapa. No primeiro lance da partida, Denis lançou na área, Jussani escorou e Eliandro desperdiçou cara-a-cara com o goleiro. Aos 4’, foi a vez de Fumagalli desperdiçar. Lenon cruzou e o camisa 10 mandou para fora.

O domínio do campo de jogo era todo do Bugre. O Mogi Mirim só chegou aos 11’. Após levantamento na área Miguel cabeceou e a bola passou tirando tinta da trave de Leandro Santos. O Bugre deu o troco. Aos 17’, Uéderson fez tabela com Bruno Nazário, recebeu na área e chutou fraco nas mãos de Pablo.

Após o susto, o jogo esfriou e o Mogi Mirim foi quem voltou assustar. Aos 27’, Edinho cobrou falta, Emerson subiu sozinho e mandou para fora.  Aos 39’, o Bugre perdeu mais uma chance. Eliandro recebeu, ficou de frente com Pablo, mas mandou torto, pela linha de fundo. Apesar do ímpeto, o Guarani não conseguiu tirar o zero do marcador e terminou a primeira empatado.

Para tentar melhorar o último passe, Vadão mudou logo no intervalo. O técnico sacou Uéderson e colocou Lorrano. Logo aos 4’, o atacante que acabara de entrar, invadiu a área e soltou a perna. Pablo espalmou para linha de fundo. Aos 5’, na cobrança de escanteio, Pablo saiu mal e Bruno Nazário cabeceou para o gol. Vinicius, em cima da linha, tirou o gol do Guarani.

O tempo foi passando e o gol do Bugre ficou cada vez mais longe. Aos 11’, o Mogi Mirim começou gostar do jogo. Guilherme, experimentou de canhota e obrigou Leandro Santos fazer bela defesa. O Mogi chegava principalmente pelos lados do campo, na base da velocidade. Fumagalli perdeu a bola, no contra-ataque Miguel chutou com Leandro já batido e Lenon cortou. Flávio Rodrigues de Souza entendeu como toque na mão e assinalou pênalti.

Na cobrança, Miguel deslocou Leandro Santos e fez um a zero para o Mogi Mirim. O gol fez com que o Bugre saísse em busca do empate de qualquer forma. Aos 30’, Fumagalli bateu falta e Braian Samudio, que entrou no lugar de Eliandro, cabeceou para boa defesa de Pablo. O Guarani lutou até o final mas não teve força para empatar e saiu derrotado de Mogi Mirim.

Ficha Técnica

Mogi Mirim Esporte Clube x Guarani Futebol Clube
Estádio Vail Chaves, em Mogi Mirim.

Arbitragem: Flávio Rodrigues de Souza, Emerson Augusto de Carvalho, Luis Alexandre Nilsen e Roberto Pinelli

Gols: Miguel, aos 29’ do 2ºT
Cartões Amarelos: Vitinho
Cartão Vermelho: Lenon

Público e Renda: 760 pagantes – R$ 20.520,00

 Guarani Futebol Clube

Leandro Santos; Lenon, Genilson, Jussani e Denis Neves (Renato) ; Evandro; Bruno Nazário, Marcinho, Fumagalli e Uederson (Lorran); Eliandro (Braian Samudio). Técnico: Oswaldo Alvarez.

Mogi Mirim Esporte Clube

Pablo; Rodrigo, Emerson, Vinicius e Marcelinho (Vitinho); Gilmak, Andrezinho (Formiga), Régis e Guilherme; Miguel (Dudu) e Edinho Técnico: Mário Júnior

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email