Guarani é derrotado pelo Londrina

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O Guarani foi ao norte do Paraná na noite desta terça-feira (14) para enfrentar o Londrina, no Estádio do Café, em duelo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com gol de Artur, o Bugre foi derrotado pelo placar de 1 a 0 e conheceu sua décima quinta derrota na segunda divisão nacional.

O alviverde ocupa momentaneamente a décima quarta colocação com quarenta e três pontos ganhos e volta a campo na próxima sexta-feira (17), ás 19h15, no Brinco de Ouro, diante do Luverdense.

O Jogo

Com apenas dois treinos após a vitória diante do CRB e com muitos jogadores desgastados, o Guarani foi até Londrina enfrentar os donos da casa na noite desta terça-feira. O técnico Lisca optou por poupar alguns atletas e realizou mudanças na equipe. Kevin entrou na lateral direita, Éwerton Páscoa ocupou o lugar de Willian Rocha, Lenon foi deslocado para o meio e no setor ofensivo Elias, Juninho e Bruno Mendes entraram nas vagas de Fumagalli, Richarlyson e Caíque. O Bugre iniciou com: Leandro Santos; Kevin, Éwerton Páscoa, Jussani e Salomão; Baraka, Lenon e Luiz Fernando; Juninho, Bruno Mendes e Elias.

A partida começou com o Londrina assustando. Antes do primeiro minuto o Tubarão quase inaugurou o placar. Dirceu chutou buscando o campo de ataque, Kevin falhou e Ayrton, sozinho, desperdiçou. Aos 3′, os donos da casa abriram o placar. Negueba lançou, Artur ganhou na dividida de Leandro Santos e chutou forte para o gol vazio.

O Guarani respondeu aos 8′. Baraka roubou a bola no meio-campo e tocou para Juninho. O meia arriscou de longe e a bola passou à direita de Cesar. O Londrina chegou novamente aos 16′. Lucas Ramon cruzou, Artur apareceu entre a defesa e chutou para grande defesa de Leandro Santos. O time campineiro encontrava dificuldade para chegar ao campo de ataque e as bolas paradas surgiram como alternativa. Aos 19′, Luiz Fernando cobrou falta, Elias antecipou a marcação e acertou a trave.

Atrás no marcador, o Bugre foi obrigado sair para o jogo e, consequentemente abriu campo para o adversário jogar. O contra-ataque era a principal arma da equipe paranaense e Carlos Henrique era o mais acionado. Aos 26′, o atacante recebeu, girou em cima da marcação e chutou com perigo. O técnico Lisca sentiu o bom momento do Londrina e promoveu a entrada de Evandro na vaga de Juninho para acertar o meio-campo do Bugre. A mudança surtiu efeito e o Guarani conseguiu equilibrar as ações.

Aos 43′, Luiz Fernando quase empatou. O meia ajeitou para a perna esquerda, arriscou de fora da área e obrigou Cesar espalmar pela linha de fundo. Apesar da melhora tática, o Bugre desceu ao vestiário atrás no marcador.

Para a segunda etapa, Lisca promoveu a entrada de Serafim na vaga de Kevin a fim de aumentar o poderio ofensivo. O começo do segundo tempo foi animador e o alviverde iniciou melhor. Aos 4′, Luiz Fernando cobrou escanteio, Jussani ganhou pelo alto mas cabeceou fraquinho. O Londrina manteve a mesma proposta e levava perigo esporadicamente. Aos 10′, Negueba arriscou de longe mas mandou por cima do gol.

O bom início não durou muito tempo e a partida perdeu em qualidade. O Bugre tinha mais posse de bola mas trocava passes sem conseguir furar o ferrolho do adversário. Vencendo o jogo, o Londrina praticamente abdicou da posse de bola e apostava somente no contra-ataque. Por sua vez, o Guarani tentava de todas maneiras chegar  gol de empate mas falhava na conclusão. Bem postado defensivamente, o Londrina conseguiu anular as forças ofensivas do Bugre e garantiu a vitória.

Ficha Técnica

Londrina Esporte Clube x Guarani Futebol Clube
Estádio do Café, em Londrina

Arbitragem: Joao Batista de Arruda – RJ, Luiz Claudio Regazone – RJ e Eduardo de Souza Couto – RJ

Gols: Artur, aos 3′ – 1º T
Cartões Amarelos: Londrina: Germano – Guarani: Jussani e Baraka
Cartão Vermelho:
Público e Renda: 3.209

Londrina Esporte Clube

César; Lucas Ramon, Dirceu, Édson Silva e Ayrton; Bidia (Romisson), Germano, Negueba e Marcinho (Rômulo); Artur e Carlos Henrique (Safira). – Técnico: Cláudio Tencatti

 Guarani Futebol Clube

Leandro Santos; Kevin (Serafim), Éwerton Páscoa, Jussani e Salomão; Baraka, Lenon e Luiz Fernando; Juninho (Evandro), Bruno Mendes e Elias (Caíque). – Técnico: Lisca

 

 

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email