Guarani cria principais chances, mas empata o Dérbi 203

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O Guarani criou as melhores chances, teve mais volume de jogo, mas a rede não balançou e o Dérbi 203 terminou empatado sem gols, na tarde deste domingo (8), no Estádio Brinco de Ouro, em partida válida pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com seis pontos somados na tabela de classificação, o Bugre volta a campo no próximo sábado (14), quando enfrenta o Tombense, no Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé (MG).

O JOGO
Responsável por dirigir a equipe, Ben-Hur mandou a campo o time com apenas uma novidade na formação titular: o meia Giovanni Augusto entrou na vaga de Rodrigo Andrade, vetado pelo departamento médico.

O Guarani começou bem o Dérbi e foi o dono do jogo nos minutos iniciais. Aos 5′, Júlio César encheu o pé e o goleiro defendeu. A blitz bugrina continuava. Aos 8′, Nicolas Careca recebeu na área, bateu e o goleiro mais uma vez espalmou.

Depois do início intenso, o jogo ficou mais morno dali em diante. Uma parada para atendimento de dois atletas adversários por cerca de cinco minutos ajudou a esfriar o duelo. Dessa forma, as equipes não conseguiram criar oportunidades.

A volta do intervalo apresentou um jogo equilibrado, mas com o Guarani sempre mais incisivo no ataque. Aos 9′, Diogo Mateus cobrou falta e o goleiro adversário defendeu. Enquanto Kozlinski era praticamente um expectador, trabalhando apenas em cruzamentos na área, o Bugre chegava com mais perigo. E na última grande chance, aos 41′, Lucão do Break recebeu cruzamento de Diogo Mateus, mas o cabeceio foi pra fora.

FICHA DO JOGO

GUARANI 0 x 0 aapp
Competição: Série B do Campeonato Brasileiro
Rodada: 6ª
Data: 08/05/2022
Local: Estádio Brinco de Ouro
Cidade: Campinas

GUARANI
Kozlinski; Diogo Mateus, João Victor (Derlan), Ronaldo Alves e Matheus Pereira; Leandro Vilela (Silas), Eduardo Person (Madison) e Giovanni Augusto; Bruno José, Júlio César (Lucão do Break) e Nicolas Careca (Yago). Técnico: Ben-Hur Moreira.

aapp
Caíque França; Norberto (Bernardo), Thiago Lopes, Fábio Sanches (Fabrício) e Jean Carlos (Igor Formiga); Felipe Amaral (Wallisson), Léo Naldi e Ramon; Danilo Gomes, Echaporã e Lucca. Técnico: Hélio dos Anjos.

Renda: R$ 116.750,00
Público: 6.544
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Cartões amarelos:  Matheus Pereira, Silas, Giovanni Augusto, Leandro Vilela, Diogo Mateus e Júlio César (GUA); Felipe Amaral, Norberto, Thiago Lopes e Ramon (PON)

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email