Fumagalli brilha e Guarani vence na estreia do Paulista

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Não poderia ser diferente. Estreia no Brinco, diante da torcida e com ídolo decidindo. Esse é o resumo do que foi a partida do Guarani diante do Oeste, na manhã deste sábado (28), no Brinco de Ouro da Princesa. O Bugre venceu por 2 a 1, e volta à campo na próxima quarta-feira (01), diante do Bragantino, em Bragança Paulista. Com o resultado o alviverde ocupa, momentaneamente, a primeira colocação da Série A2.

O jogo

Após uma ótima pré-temporada realizada, em Campinas, o Guarani entrou em campo com duas mudanças em relação ao time que enfrentou o Red Bull, na última partida preparatória para o Campeonato Paulista. Alef deu lugar para Philipe Maia e Uederson ganhou a vaga de Renato Henrique. O Bugre foi escalado com: Luis Henrique; Lenon, Philipe Maia, Diego Jussani e Gilton; Auremir, Escobar, Marcinho, Fumagalli e Uederson; Philipe Maia. O sol da manhã era intenso e o Bugre começou desatento, logo no aos 2′, Mazinho invadiu a área pela esquerda e finalizou com agressividade, assustando o goleiro Luis Henrique. Aos poucos o Guarani foi se adaptando à partida.

Melhor postado, o Guarani contou com uma entrada estabanada do lateral Cleidson em cima de Uederson, dentro da área, para abrir o placar. Como de praxe, Fumagalli, converteu para o Bugre e anotou seu 82º com a camisa do clube, aos 6′. O gol deu tranquilidade ao time e a defesa alviverde só voltou ser acionada aos 15′, Erick chutou cruzado e a bola assustou Luis Henrique. Com o marcador a seu favor, o Guarani recuou para explorar os contra-ataques. O Oeste se abriu em busca do empate e levou perigo. Aos 26′, Jussani falhou e Lídio chutou travado em cima do goleiro do Bugre. De tanto se expor, o time de Itápolis deu espaço. Aos 29′, Uederson ganhou na corrida e cruzou para Samudio. O paraguaio chegou atrasado e não conseguiu completar para o gol.

O Guarani explorava os espaços deixados pelo adversário e tinha como válvula de escape os corredores. Gilton, aos 33′, cruzou para Fumagalli, o meia dominou, dentro da área, e na hora de arrematar foi travado por Lino. As investidas do Bugre levavam perigo, o Oeste não conseguia tramar seus passes para chegar ao gol de Luis Henrique e o placar da primeira etapa terminou com o Bugre em vantagem.

No segundo tempo, o Oeste voltou com mudanças mas quem começou melhor foi o Guarani. Aos 8′, assustou com Samudio e aos 10′, Rodolfo defendeu o chute de Fumagalli. O Bugre só foi exigido aos 21′. Na melhor oportunidade do Oeste, Erick cabeceou firme e Luis Henrique fez um milagre para salvar o Guarani do gol de empate. O susto fez o técnico Ney da Matta mexer na equipe, entraram: Denis, Renato e Evandro nos lugares de Marcinho, Lenon e Braian Samudio.

Na primeira bola parada, Dênis quase ampliou: o lateral cobrou firme, a bola passou por todo mundo e tirou tinta da trave, aos 27′. O Bugre era melhor e chegava mais: aos 38′, Fumagalli deixou Dênis na cara de Rodolfo mas o lateral chutou por cima. De tanto insistir o Bugre marcou: aos 40′, Renato foi à linha de fundo e cruzou para trás, Fumagalli, na hora e no lugar certo, ampliou o marcador.

Ainda teve tempo do Oeste descontar, aos 49′, Da Matta arriscou de fora da área e contou com o azar de Luis Henrique. A bola quicou antes do goleiro e acabou entrando. O gol não foi o bastante para tirar a primeira vitória do Guarani e a invencibilidade de 14 anos sem perder no Brinco.

Luis Cardoso / Guarani Press

Homenagem

Aos 78 minutos de partida a torcida do Guarani deu show. Os torcedores presentes no Brinco fizeram um minuto de aplausos em pé, em homenagem ao maior treinador de todos os tempos do Guarani: Carlos Alberto Silva. A emoção tomou conta do Estádio, o árbitro Thiago Duarte Peixoto também paralisou a partida e todos os atletas aplaudiram sob o grito de: “É Campeão”, vindo das arquibancadas.

Ficha Técnica

Guarani Futebol Clube x Oeste Futebol Clube
Estádio Brinco de Ouro, em Campinas

Arbitragem: Thiago Duarte Peixoto, Danilo Ricardo Simon Manis, Herman Brumel Vani

Gols: Fumagalli, aos 9′, 1º T e aos 44′, 2ºT, Da Matta, aos 51′, 2ºT
Cartões Amarelos: Philipe Maia
Cartão Vermelho: –

Público e Renda: 3.078 – R$ 46.235,00

Guarani

Luis Henrique; Lenon (Evandro), Philipe Maia, Jussani e Gilton; Escobar, Auremir, Marcinho (Renato), Fumagalli e Uederson (Denis); Braian Samudio.
Técnico: Ney da Matta

Oeste Futebol Clube 

Rodolfo; Reginaldo, Jailton, Lino e Cleidson; Bruno Barra, Robert, Mazinho e Lídio; Thiago Adan e Erick.
Técnico: Vilson Taddei

 

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email