Fora de casa, Guarani conquista ponto importante e mantém-se próximo do G4

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O dérbi 192 terminou empatado. Em um jogo muito truncado, o Guarani soube se defender muito bem e conquistou um ponto importante para a sequência da competição. Apesar das chances para os dois lados, a partida não saiu de zero, no Estádio Moisés Lucarelli, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com o resultado, o Alviverde chega aos 36 pontos e, momentaneamente, ocupa a sexta colocação. O próximo compromisso é diante do Criciúma, terça-feira (29), às 19h15, no Estádio Heriberto Hulse.

O Jogo

Com todos os atletas à disposição, o técnico Umberto Louzer promoveu três modificações na equipe, em relação à partida contra o Atlético-GO. Willian Oliveira, Matheus Oliveira e Rafael Longuine voltaram nas vagas de Fabrício Bigode, Bruno Xavier e Rondinelly. O Bugre entrou com: Agenor; Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Pará; Willian Oliveira e Ricardinho; Matheus Oliveira, Rafael Longuine e Jefferson Nem; Bruno Mendes

Primeiro Tempo

A primeira etapa foi controlada pelo Guarani. O Bugre ditou o ritmo do jogo, controlou as ações e só não abriu o placar porque parou em Ivan. O adversário, por sua vez, pouco incomodou o goleiro Agenor. Aos 4′, Jefferson Nem, aproveitou o rebote da defesa, mas chutou fraco. Aos 15′, foi a vez de Ricardinho. O volante arriscou de entrada da área e o goleiro defendeu novamente.

O adversário chegou aos 18′. Júnior Santos tentou de perna direita, mas parou em Agenor. Após o início com alta intensidade, a partida esfriou. Mas voltou esquentar aos 31′. Matheus Oliveira recebeu na direita, trouxe para o meio e chutou forte. Ivan espalmou.

Aos 42′, o meia apareceu bem outra vez. Matheus recebeu novamente aberto pela ponta, ajeitou para a perna esquerda, mas chutou para fora.

Segundo Tempo

Diferentemente da primeira etapa, no segundo tempo o Bugre se defendeu muito bem. Aos 18′, André Luís cabeceou forte e Agenor fez um milagre. Afim de dar mais solidez ofensiva, Umberto Louzer reforçou a defesa para soltar os meias e os atacantes. Ferreira, Bruno Xavier e Caíque entraram nas vagas de Pará, Matheus Oliveira e Jefferson Nem.

Aos 35′, Bruno Xavier fez boa jogada, tocou para Longuine. O meia ajeitou para a perna direita e chutou em cima da marcação. Aos 38′, o adversário parou em Ferreira. Nos minutos finais, os donos da casa ensaiaram uma pressão mas não surtiu efeito.

Ficha Técnica

A.A Ponte Preta x Guarani Futebol Clube
Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas
Arbitragem: Grazianni Maciel Rocha (RJ).
Gols: –
Cartões Amarelos: Pará, Matheus Oliveira (Guarani); Nathan, André Luís, Júnior Santos, Paulinho (Ponte Preta).
Cartão vermelho:
Público e Renda:

Ponte Preta

Ivan; Igor Vinícius, Renan Fonseca, Reginaldo e Nicolas; Nathan (Bruno Ramires), Lucas Mineiro (Paulinho) e Danilo Barcelos; André Luís, Júnior Santos e Hyuri (Orinho). Técnico: João Brigatti.

Agenor; Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Pará (Ferreira); Willian Oliveira e Ricardinho; Matheus Oliveira (Bruno Xavier), Rafael Longuine e Jefferson Nem (Caíque); Bruno Mendes. Técnico: Umberto Louzer.

 

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email