Botafogo x Guarani: dados e informações do confronto

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO x GUARANI
Competição: Série B do Campeonato Brasileiro
Rodada: 38ª
Data: 28/11/2021 (domingo)
Horário: 16h
Local: Estádio Nilton Santos
Cidade: Rio de Janeiro (RJ)

ARBITRAGEM
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliar 1: Bruno Boschilia (PR)
Auxiliar 2: Ivan Carlos Bohn (PR)
Quarto Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Analista de campo: José Carlos Santiago Andrade (RJ)

Árbitro de Vídeo: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistente VAR: Lucio Beiersdorf Flor (RS)
Observador do VAR: Renato Cardoso da Conceição (MG)

DESTAQUES PRINCIPAIS

– A partida deste domingo marca o fim da temporada 2021 para o Guarani. Até o momento, em 50 jogos, são 20 vitórias, 14 empates e 16 derrotas (aproveitamento de 49,3%).

– Na última sexta-feira, a FPF divulgou a tabela do Campeonato Paulista 2022. A estreia do Bugre acontece contra o São Paulo, no Estádio Brinco de Ouro, e deve ser confirmada para 26 de janeiro.

– O lateral-esquerdo Bidú está a uma partida de completar 90 jogos com a camisa do Guarani. Revelado pelo clube, o jogador fez sua estreia em 21 de setembro de 2019 e é, do atual elenco, o segundo atleta que mais defendeu o Bugre.

– O Guarani tem o segundo melhor ataque da Série B, com 52 gols marcados em 37 partidas (média de 1,4 por jogo). No total, 15 atletas diferentes balançaram as redes pelo Bugre: Bruno Sávio (11), Régis (9), Lucão do Break (6), Bidu (4), Júlio César (4), Allan Victor (3), Pablo (3), Bruno Silva (2), Davó (2), Mateus Ludke (2), Andrigo (1), Diogo Mateus (1), Júnior Todinho (1), Ronaldo Alves (1) e Thales (1) – também houve um gol contra de Alex Silva, do Operário.

– O Guarani é o segundo time com mais jogos sem sofrer gol no campeonato. Em 16 das 37 rodadas, o sistema defensivo bugrino não foi vazado.

– O Bugre tem a terceira defesa menos vazada do segundo turno, com 14 gols sofridos em 18 partidas – média de 0,77. Em nove desses 18 jogos, o time não sofreu gol.

– Sete jogadores formados recentemente na base já atuaram pela equipe na Série B (o zagueiro Tití, os laterais Mateus Ludke, Bidu e Eliel, o volante Pedro Acorsi e os atacantes Matheus Souza e Renanzinho). Os garotos revelados no Brinco totalizam 5.131 minutos em campo.

– O volante Bruno Silva é o jogador com mais passes certos na Série B, com 1.802 (média de 51,8 por jogo). O capitão bugrino tem um índice de precisão de 89,37%.

– Com 78 interceptações de bola em 34 partidas, o lateral-esquerdo Bidú lidera o ranking desse fundamento na Série B

– O zagueiro Thales é o jogador com maior porcentagem de duelos aéreos ganhos no campeonato (74,77%)

HISTÓRICO DA TEMPORADA 2021

Desempenho geral
50 jogos | 20 vitórias | 14 empates | 16 derrotas | 63 gols marcados | 55 gols sofridos

Desempenho como mandante
25 jogos | 11 vitórias | 6 empates | 8 derrotas | 32 gols marcados | 25 gols sofridos

Desempenho como visitante
25 jogos | 9 vitórias | 8 empates | 8 derrotas | 31 gols marcados | 30 gols sofridos

Campanha na Série B do Brasileiro
37 jogos | 16 vitórias | 11 empates | 10 derrotas | 52 gols marcados | 39 gols sofridos

Desempenho como mandante
19 jogos | 10 vitórias | 4 empates | 5 derrotas | 28 gols marcados | 17 gols sofridos

Desempenho como visitante
18 jogos | 6 vitórias | 7 empates | 5 derrotas | 24 gols marcados | 22 gols sofridos

ÚLTIMO JOGO
Guarani 0 x 2 Goiás, dia 22/11, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas, pela Série B

Escalação: Rafael Martins; Mateus Ludke (Andrigo), Thales, Ronaldo Alves e Bidu; Bruno Silva, Índio (Allan Victor) e Régis; Pablo, Lucão do Break e Júlio César (Renanzinho). Técnico: Daniel Paulista.

PRÓXIMO JOGO
Guarani x São Paulo, dia 26/01/2022, no Estádio Brinco de Ouro

HISTÓRICO DO CONFRONTO

Guarani e Botafogo já se enfrentaram 32 vezes e o retrospecto é bastante equilibrado, com o Bugre tendo conquistado 10 vitórias, além de 11 empates e 11 derrotas. O Alviverde marcou 39 gols e sofreu 38.

São 16 partidas disputadas no Rio de Janeiro, com três vitórias bugrinas, sete empates e seis derrotas.

Será o terceiro encontro entre os clubes no Estádio Nilton Santos. Os dois confrontos anteriores terminaram empatados (1 a 1 no Brasileiro de 2010 e 0 a 0 na Copa do Brasil de 2012).

Este será o segundo duelo entre os clubes pela Série B do Brasileiro – o anterior foi no duelo do primeiro turno, empatado por 1 a 1.

A maior goleada do confronto foi registrada em 14 de fevereiro de 1982, pelo Campeonato Brasileiro, quando o Guarani fez 4 a 1 no Botafogo, com três gols de Careca e um de Éderson, no Brinco de Ouro.

Os artilheiros bugrinos no confronto são Careca (cinco gols), Afrânio, Barata e Martinez (dois gols cada)

– Retrospecto geral contra o Botafogo:
32 jogos | 10 vitórias | 11 empates | 11 derrotas | 39 gols marcados| 38 gols sofridos

Primeiro jogo: 31/03/1949 – Guarani 0 x 2 Botafogo – Estádio da Mogiana (Campinas) – Amistoso
Primeira vitória: 15/11/1960 – Botafogo 0 x 1 Guarani (gol de Cabrita) – Estádio Durival Britto (Curitiba-PR) – Amistoso

Último jogo: 18/08/2021 – Guarani 1 x 1 Botafogo (gol de Andrigo) – Estádio Brinco de Ouro (Campinas)
Última vitória: 14/11/2002 – Guarani 2 x 0 Botafogo (gols de Marquinhos e Martínez) – Estádio Brinco de Ouro (Campinas) – Campeonato Brasileiro

– Retrospecto contra o Botafogo no Rio de Janeiro
16 jogos | 3 vitórias | 7 empates | 6 derrotas | 14 gols marcados | 19 gols sofridos

Primeiro jogo: 31/01/1974 – Botafogo 2 x 1 Guarani (gol de Afrânio) – Maracanã (Rio de Janeiro) – Campeonato Brasileiro

Último jogo: 18/04/2012 – Botafogo 0 x 0 Guarani – Estádio Engenhão (Rio de Janeiro) – Copa do Brasil

HISTÓRICO NA COMPETIÇÃO 

– Retrospecto do Guarani na segunda divisão do Brasileiro
438 jogos | 169 vitórias | 116 empates | 153 derrotas | 541 gols marcados | 508 gols sofridos

Títulos: 1 (1981 – Taça de Prata)
Vice-campeonatos: 2 (1991 e 2009)

Primeiro jogo: 11/01/1981 – Guarani 1 x 0 Coritiba (gol de Careca) – Estádio Brinco de Ouro (Campinas)
Último jogo: 22/11/2021 – Guarani 0 x 2 Goiás – Estádio Brinco de Ouro (Campinas)

– Retrospecto como mandante
220 jogos | 117 vitórias | 50 empates | 53 derrotas | 324 gols marcados | 204 gols sofridos

– Retrospecto como visitante
218 jogos | 52 vitórias | 66 empates | 100 derrotas | 217 gols marcados | 304 gols sofridos

Maior goleada como mandante
21/01/1981 – Guarani 6 x 0 Serrano-RJ (gols de Jorge Mendonça, três vezes, Careca, Ângelo e Lúcio) – Brinco de Ouro (Campinas)

Maiores goleadas como visitante
05/03/1983 – Maranhão 1 x 5 Guarani (gols de Marcelo, duas vezes, Luiz Müller, Everton e gol contra de Val) – Estádio Castelão (São Luís-MA)
25/11/2006 – Vila Nova 1 x 5 Guarani (gols de Alex Afonso, duas vezes, Danilo, Deyvid Sacconi e Túlio) – Estádio Jonas Duarte (Anápolis-GO)

COMISSÃO TÉCNICA
Desde a estreia, em 28 de maio de 2021, a comissão técnica comandada por Daniel Paulista soma 37 jogos, com 16 vitórias, 11 empates e dez derrotas. Foram 52 gols marcados e 39 gols sofridos. A única ausência do treinador no banco foi na vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, em 4 de novembro, quando estava suspenso e o time foi dirigido pelo auxiliar Daniel Cerqueira.

NÚMEROS INDIVIDUAIS 

JOGOS

Geral: Bruno Silva (92), Bidu (89), Pablo (82), Bruno Sávio (78), Renanzinho (59), Rafael Costa (49), Júnior Todinho (47), Gabriel Mesquita (46), Andrigo (44), Índio (44), Julio César (42), Thales (37), Régis (36), Rodrigo Andrade (36), Eliel (31), Lucão do Break (28), Matheus Souza (28), Rafael Martins (28), Luiz Gustavo (27), Ronaldo Alves (27), Allan Victor (24), Eduardo Person (24), Mateus Ludke (24), Carlão (21), Diogo Mateus (21), Tony (19), Maxwell (12), Tití (7), Pedro Acorsi (4), Caio (3), Alan Leite (1), Ian Carlo (1), Lucas Cardoso (1), Samuel Santos (1)

Temporada 2021: Bruno Silva (47), Andrigo (44), Bidu (44), Índio (44), Julio César (42), Bruno Sávio (40), Thales (37), Régis (36), Rodrigo Andrade (36), Pablo (35), Lucão do Break (28), Rafael Martins (28), Ronaldo Alves (27), Allan Victor (24), Gabriel Mesquita (23), Renanzinho (22), Carlão (21), Diogo Mateus (21), Mateus Ludke (20), Matheus Souza (19), Tony (19), Eliel (14), Maxwell (12), Rafael Costa (12), Júnior Todinho (11), Tití (7), Luiz Gustavo (4), Pedro Acorsi (3), Caio Henrique (1), Ian Carlo (1), Samuel Santos (1)

Série B 2021: Bruno Silva (36), Bidu (34), Andrigo (33), Índio (33), Bruno Sávio (32), Thales (32), Julio César (31), Régis (29), Lucão do Break (28), Ronaldo Alves (27), Pablo (25), Rodrigo Andrade (25), Allan Victor (24), Carlão (21), Diogo Mateus (21), Rafael Martins (21), Gabriel Mesquita (17), Mateus Ludke (14), Maxwell (12), Renanzinho (12), Júnior Todinho (11), Tony (11), Matheus Souza (9), Eliel (7), Tití (7), Luiz Gustavo (4), Pedro Acorsi (3), Ian Carlo (1), Rafael Costa (1), Samuel Santos (1)

GOLS

Geral: Bruno Sávio (15), Júnior Todinho (12), Régis (9), Bidu (8), Rafael Costa (8), Lucão do Break (6), Pablo (6), Andrigo (5), Júlio César (5), Allan Victor (3), Mateus Ludke (3), Renanzinho (3), Bruno Silva (2), Diogo Mateus (1), Eduardo Person (1), Luiz Gustavo (1), Rodrigo Andrade (1), Ronaldo Alves (1), Thales (1)

Temporada 2021: Bruno Sávio (12), Régis (9), Lucão do Break (6), Andrigo (5), Julio César (5), Bidu (4), Allan Victor (3), Pablo (3), Bruno Silva (2), Mateus Ludke (2), Diogo Mateus (1), Júnior Todinho (1), Rafael Costa (1), Rodrigo Andrade (1), Ronaldo Alves (1), Thales (1)

Série B 2021: Bruno Sávio (11), Régis (9), Lucão do Break (6), Bidu (4), Julio César (4), Allan Victor (3), Pablo (3), Bruno Silva (2), Mateus Ludke (2), Andrigo (1), Diogo Mateus (1), Júnior Todinho (1), Ronaldo Alves (1), Thales (1)

ASSISTÊNCIAS

Geral: Bruno Sávio (11), Régis (11), Bidu (9), Andrigo (4), Julio César (4), Júnior Todinho (4), Diogo Mateus (3), Eduardo Person (2), Pablo (2), Allan Victor (1), Carlão (1), Lucão do Break (1), Luiz Gustavo (1), Matheus Souza (1), Rafael Costa (1), Renanzinho (1), Thales (1), Tony (1)

Temporada 2021: Régis (11), Bruno Sávio (7), Andrigo (4), Bidu (4), Julio César (4), Diogo Mateus (3), Allan Victor (1), Carlão (1), Lucão do Break (1), Matheus Souza (1), Pablo (1), Thales (1), Tony (1)

Série B 2021: Régis (10), Bruno Sávio (5), Andrigo (4), Bidu (4), Julio César (4), Diogo Mateus (3), Allan Victor (1), Carlão (1), Lucão do Break (1), Matheus Souza (1), Pablo (1), Thales (1), Tony (1)

CAPITÃO
Mais vezes capitão do time na temporada 2021: Bruno Silva (40), Airton (8), Thales (1), Tony (1)

Mais vezes capitão do time na Série B 2021: Bruno Silva (36), Thales (1)

BOLAS PARADAS
Último gol de falta: Lucas Crispim (31/08/2020 – Guarani 1 x 1 Oeste – Brinco de Ouro, em Campinas, pela Série B)

Último gol de pênalti em tempo regulamentar: Bidú (28/10/2021 – Sampaio Corrêa 0 x 1 Guarani – Castelão, em São Luís-MA, pela Série B)

Última defesa de pênalti em tempo regulamentar: Rafael Martins (04/11/2021 – Guarani 1 x 0 Vasco – Brinco de Ouro, em Campinas, pela Série B)

FORMAÇÕES DE ZAGA TITULARES

Thales e Ronaldo Alves: 21 jogos, com 11 vitórias, cinco empates, cinco derrotas e 18 gols sofridos
Thales e Carlão: nove jogos, com três vitórias, três empates, três derrotas e 12 gols sofridos
Ronaldo Alves e Carlão: quatro jogos, com duas vitórias, um empate, uma derrota e quatro gols sofridos
Thales e Tití: dois jogos, com um empate, uma derrota e quatro gols sofridos
Ian Carlo e Carlão: um jogo, com um empate e um gol sofrido

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email