Umberto comenta sobre planejamento e analisa próxima fase da A2

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

A primeira semifinal do Campeonato Paulista da Série A2 não será disputada na próxima quarta-feira (28). A Federação Paulista de Futebol confirmou o Conselho Técnico para a próxima terça-feira para definir as datas de disputa das semifinais da competição. A partir desta mudança, o técnico Umberto Louzer mudou seu planejamento para o duelo deste sábado diante do Votuporanguense. Em entrevista coletiva, o comandante falou sobre essa situação e analisou a disputa da próxima fase do estadual.

“É claro que essa indefinição, ou melhor, essa mudança de última hora gera algumas mudanças nas escolhas. Mas vamos seguir no mesmo padrão. Foi feita uma escala junto com o Departamento Médico, Físico e Fisiológico dos atletas que requerem um pouco mais de atenção. O Bruno Nazário, o Marcílio, Baraka, Lenon e o Rondinelly estão fora pelo desgaste. Em relação aos cartões amarelos, Maia e Mendes também serão preservados”, afirmou.

Com a mudança de planejamento, alguns atletas que não vêm atuando terão oportunidade de jogar: “Com essa situação vamos dar oportunidade para alguns atletas para mostrar potencial até mesmo pensando na sequência do planejamento para a Série B. O Hélder se encaixa nesse cenário pelo desgaste do Baraka. E os que estiverem aptos vão à campo para fazermos um grande e conseguirmos definir essa primeira colocação”, explicou.

Com a pausa de uma semana, Umberto acredita que os times entram em condição de igualdade para a segunda fase: “É claro que no cenário de jogarmos na quarta-feira com os adversários ainda jogando a classificação e logo em seguida realizar o primeiro jogo da semifinal sairíamos um pouco na frente. Mas agora todo mundo com a semana cheia todos estarão em igualdade. Vamos procurar trabalhar nossos atletas, recuperar àqueles que estão com déficit físico, evoluir tática e tecnicamente para chegar com força máxima”, disse.

Umberto não tem preferência por adversário para a próxima fase e sabe que quem vier será um confronto difícil: “É difícil escolher nesse momento. Quem chegar, chega forte e vem todo mundo com a mesma perspectiva. São vários aspectos a serem estudados” comentou. “Tem a rivalidade com o XV e é um time que conhece bem a divisão, o Sertãozinho é forte em casa, o São Bernardo faz grande competição e tem uma equipe ajustada, o Oeste entrou na briga e sabemos da força do elenco e ainda o Nacional, que perdeu a última em casa, mas tem um poderio ofensivo grande. Cada um com suas particularidades e, independentemente de quem vier, vamos estudar a melhor forma para conseguir a classificação”, completou.

Por fim, o treinador rechaçou qualquer desconfiança por resultados conquistados na primeira fase contra possíveis postulantes à semifinal: “Os resultados da fase anterior não serão carregados. Não é porque ganhamos de 4 a 2 do Sertãozinho que vamos chegar lá e será barbada, esquece. As nossas derrotas para XV, São Bernardo e Oeste também são apagadas, zera tudo. Ninguém entra em vantagem e é preciso ter entendimento desse contexto para fazer o máximo no nível mental, físico e tático”.

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email