Tony: “não pude negar o chamado de um time grande como o Guarani”

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Contratado por empréstimo junto a Ferroviária até o final da temporada, o meia Tony foi apresentado no Guarani nesta terça-feira. Aos 34 anos, o jogador exaltou a história do clube e destacou o que a torcida pode esperar dele em campo.

“O chamado de um time grande como o Guarani a gente não pode negar. Quando aconteceu o convite, eu prontamente atendi. Era o que eu queria para esse ano, uma camisa pesada como essa. Estou muito feliz de estar aqui agora, vamos lutar pelos objetivos do clube até o fim do ano e quem sabe conquistar grandes coisas aqui”, disse Tony, que revelou conhecer a história do clube e ter se aprofundado após acertar o contrato.

“É uma honra, um prazer muito grande vestir uma camisa como essa, de tanta história, grandes ídolos, tantos jogadores que passaram por aqui, como Neto, Amoroso, Bozó e Evair. Sempre tive muito carinho e respeito por essa história toda do Guarani, um clube que vai fazer 110 anos, afirmou.

O atleta vinha treinando desde o dia 11 de janeiro, então acredita estar pronto para entrar em campo já na estreia do Campeonato Paulista. E lá, ele deve apresentar algumas de suas principais características.

“Sou um meia que gosta de organizar o jogo, ajudar defensivamente, tentar levar a bola o máximo possível na área adversária e aqui no Guarani não será diferente, pode contar comigo, com muita luta, muita entrega. Gosto de ter liberdade para criar, balançar dos dois lados, conseguir ajudar a equipe a movimentar o jogo, minhas características são essas e estou aqui para lutar infinitamente por essa camisa.”

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email