Guarani trabalha para se adequar aos padrões de licenciamento da CBF

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Na tarde desta quinta-feira (7), a diretoria do Guarani deu sequência ao projeto de licenciamento, conduzido pelo BDO Auditores, referente a situação financeira e contábil do clube. O presidente Palmeron Mendes Filho e o vice-presidente Carlos Queiroz se reuniram com o responsável pela Liderança de Finanças e Contabilidades da CBF, Carlos Aragaki (Sócio da BDO Auditores/Esporte Total).

A Série B, competição que o Bugre vai disputar em 2019, está em processo de avaliação de licenciamento. Desta maneira, será feita a avaliação das finanças e contabilidade do Guarani Futebol Clube. O Objetivo final é que o clube tenha condições de jogar competições internacionais, organizadas pela Conmebol, e nacionais, organizadas pela CBF. Caso, o clube não cumpra a licença, poderá haver punições por parte da Confederação Brasileira de Futebol. A ideia principal, portanto, é justamente a adequação do balanço patrimonial com as normas vigentes.

“O Guarani deu mais um passo em direção aos padrões de licenciamento da CBF, trazendo uma maior transparência. Conquistamos mais uma vitória fora dos gramados”, disse o presidente do Guarani.

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email