Guarani empata com o Vitória, no Brinco, na estreia da Série B do Campeonato Brasileiro

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Na sua estreia no Campeonato Brasileiro da Série B, o Guarani recebeu a equipe do Vitória-BA e terminou a partida com o placar de 1×1. A partida também marcou a estreia do comandante Daniel Paulista.

O jogo

O técnico Daniel Paulista pelou, como surpresa, o atacante Bruno Sávio, recém recuperado de uma lesão muscular. A equipe iniciou a partida com Rafael Martins; Pablo, Thales, Carlão e Bidú; Bruno Silva, Índio e Andrigo; Bruno Sávio, Davó e Julio César.

Com um início de partida bastante equilibrado, foi o Vitória quem abriu o placar, logo aos 08 minutos de jogo. Soares chutou colocado, de fora da área, e acertou o canto direito do goleiro Rafael Martins.

O Guarani foi em busca do empate, que poderia ter saído na chance criada com Bruno Sávio. Aos 11 minutos o atacante bugrino recebeu a bola pelo lado direito, depois de uma bola troca de passes, e bateu cruzado, o goleiro Ronaldo desviou pra escanteio. Na cobrança do escanteio, outra boa chance, Bidú fez o cruzamento e Davó subiu bem, cabeceou para baixo, mais novamente o goleiro adversário conseguiu espalmar a bola pela linha de fundo.

Andrigo também não empatou por pouco. Aos 18 minutos o meia chutou forte, da entrada da grande área, e outra vez o goleiro fez boa defesa, evitando o gol de empate.

O gol do Guarani saiu aos 28 minutos numa jogada pelo lado esquerdo. Júlio César fez o passe para Bidú, que apareceu por trás da defesa baiana, dentro da grande área, e bateu cruzado, no canto esquerdo de Ronaldo. Bidú, lateral esquerdo, marcou o primeiro gol do Bugre na Série B e na comemoração ofereceu o gol para seu irmão, que completa aniversário no sábado (29).

Depois do empate, o time criou boas oportunidades de virar o jogo ainda na primeira etapa, a principal delas com Davó, aos 38 minutos, quando num erro de saída de bola do Vitória, ele dominou a bola no meio de campo, avançou em velocidade e bateu cruzado, mas outra vez o goleiro Ronaldo conseguiu desviar a bola pela linha de fundo.

Daniel Paulista voltou com a mesma formação para a segunda etapa. O Guarani teve a boas oportunidades logo no reinício do jogo. Aos 03 minutos Davó finalizou para outra defesa do goleiro. Pouco depois Andrigo recebeu a bola na meia, avançou e arriscou o chute direto, para outra defesa.

O Vitoria ameaçou aos 16 minutos num chute de Samoel, de fora da área, que saiu perto da trave esquerda de Rafael Martins e pouco depois Daniel Paulista fez sua primeira alteração, saiu Bruno Sávio para a entrada de Matheus Souza.

Júlio César teve uma grande oportunidade aos 22 minutos, ele recebeu passe, na entrada da grande área e bateu para o gol, mas a bola saiu à direita, pela linha de fundo.

Aos 28 minutos duas mudanças de uma vez, Daniel Paulista sacou Andrigo e Davó para as entradas de Régis e Rafael Costa, e aos 35 minutos fez as duas últimas alterações, sacando Índio e Júlio César, para as entradas de Tony e Renanzinho.

Aos 41 minutos o Guarani teve a maior oportunidade de virar o placar. Régis recebeu a bola na entrada da grande área, invadiu a área, passou pela marcação e bateu, encobrindo o goleiro, mas a bola subiu e saiu por cima do travessão.

Pouco depois, o Vitória ainda teve o lateral esquerdo Pedrinho expulso por cometer uma falta violenta em Matheus Souza, mas o placar não mudou.

Final de jogo no Brinco, Guarani 1×1 Vitória-BA. A equipe volta a campo na próxima terça-feira, em Curitiba-PR, enfrentando a equipe do Operário pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC.

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email