Esclarecimentos: Recurso STJD

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Contrário a condenação aplicada pelo STJD devido os lamentáveis acontecimentos em Varginha, o Guarani Futebol Clube por meio do presidente do Conselho de Administração, Horley Senna, e de seu Departamento Jurídico, usou seus direitos legais para tentar diminuir os valores da multa pecuniária e para buscar uma sanção menor ao zagueiro Ferreira.

O STJD manteve o valor da multa ao Bugre. Já  Ferreira, poderá retornar em três meses para qualquer clube que demonstrar interesse no atleta via carta oficial. Quanto a multa, o zagueiro poderá reverter em serviços sociais.

O presidente Horley Senna repudia veementemente os intitulados bugrinos que desconhecem a veracidade dos fatos e estão pregando de forma leviana que o Guarani recorreu e acabou sendo punido com mais jogos. Quem recorreu pedindo para que o Bugre realizasse jogos sem torcida, fora de casa, foi o procurador do STJD. No primeiro julgamento o pedido também havia sido feito e negado.

O Guarani reitera e reprime esse posicionamento de pessoas leigas, ignorantes que não tem conhecimento dos fatos e ficam espalhando “asneiras” através dos canais de comunicação e redes sociais.

Horley Alberto Cavalcanti Senna
Presidente do Conselho de Administração

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email