Promessas da base. Conheça a história de Gabriel Poveda

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Discreto, Gabriel Poveda de apenas 17 anos não teve muita dificuldade para contar sua história, e nos inúmeros obstáculos relatados a chance chamada por ele como: “a última tentativa”.

O sonho começou muito cedo, como a maioria dos garotos que decidem sair de casa para ir em busca de se tornar um jogador profissional. Após decepções, Poveda estava prestes a desistir quando surgiu a oportunidade para um teste no Guarani, pelo Sub-17 em 2015: “As coisas na minha vida aconteceram muito rápido, há um ano atrás eu estava sem clube, e já tinha conversado com a minha mãe que seria o último ano que tentaria, se não desse certo iria estudar e arrumar um emprego. ”

Já no sub-17 Poveda não demorou a se destacar, e com poucos meses viu sua melhor oportunidade após a convocação do técnico do Sub-20 Renato Morungaba que relacionou o novato para disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior. No campeonato, a partida mais marcante aconteceu na terceira rodada diante do Mogi Mirim, na sobra de Gabriel Rodrigues, com categoria e de primeira Poveda não desperdiçou e deu o gol da vitória para o Bugre. “A comemoração daquele gol não me sai da cabeça, a torcida do Guarani é sensacional e só de lembrar me arrepia”, contou com brilho nos olhos.

“Se não fosse futebol, seria Engenharia Civil”, conta Gabriel que sempre gostou de matemática e fica responsável pelas estatísticas dos jogos e campeonatos. Vestindo a camisa do Guarani, outra novidade, a atuação como centroavante: “Eu era baixinho e jogava como meia, depois “espichei”, subi para a área, e acabei me encontrando na posição. ”

No final de tudo, um tempo dedicado somente a Dona Márcia, mãe e maior incentivadora. “Em todas as vezes que pensei largar tudo, ela sempre me apoiou e dizia que eu tinha que lutar pelos meus sonhos”, sempre guardei isso e hoje com essa oportunidade tão grande no Guarani, cresço a cada dia mais como atleta e como pessoa. ”

Promessas da base – Gabriel Poveda / Créditos: Sarah Bulhões
Promessas da base – Gabriel Poveda / Créditos: Sarah Bulhões
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email