Futebol Profissional

Vadão completa 200 jogos no comando do Bugre

Está é a 5ª passagem do treinador pelo clube. Confira os números!

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 01/08/2017, às 15:22.

…

Na noite desta terça-feira (01), diante do Luverdense, em Lucas do Rio Verde, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o técnico Oswaldo Alvarez completará 200 jogos no comando do Guarani. Vadão está em sua 5ª passagem pelo Guarani e será homenageado pela diretoria alviverde na partida contra o Internacional, no próximo sábado (05), no Brinco de Ouro.

Vadão iniciou sua passagem pelo Guarani em 1995. Na oportunidade o treinador comandou o Bugre em apenas 6 partidas e acumulou 3 vitórias e 3 derrotas, no Campeonato Paulista. A segunda passagem aconteceu entre 1997 e 1998, no total foram 48 partidas, 19 vitórias, 15 empates e 14 derrotas.

A terceira vez a frente do Bugre está presente na memória dos torcedores e na história do Guarani. O treinador assumiu o Bugre no Campeonato Brasileiro da Série B, participou ativamente da montagem do elenco e levou a equipe de volta à Série A. Desta vez foram 63 partidas, 30 vitórias, 11 empates e 22 derrotas.

Em 2012, Vadão retornou para novamente fazer história. O treinador conquistou o vice-Campeonato Paulista após ser derrotado para o Santos, no Morumbi. A passagem contou com 58 jogos, 23 vitórias, 14 empates e 21 derrotas.

Por fim, em 2017, o Bugre acertou o retorno do treinador para tentar reverter o quadro na Série A2 do Paulista, apesar de não conseguir levar o Bugre à classificação, Vadão conseguiu retirar o melhor dos atletas e recuperar o bom futebol da equipe. No Estadual foram 7 partidas, 4 vitórias, 1 empate e 2 derrotas.

No Campeonato Brasileiro da Série B, a campanha é surpreendente, o Bugre figura desde o começo da competição dentro do G4 e tem um equilíbrio enorme dentro do campeonato. Até o momento, Vadão possui 17 jogos sendo 8 vitórias, 4 empates e 5 derrotas.

Na história

Ao completar 200 jogos no comando do Guarani, Oswaldo Alvarez será o 4º treinador que mais dirigiu o Guarani atrás apenas de Armando Reganeschi (201 jogos), Carlos Alberto Silva (297) e Zé Duarte (404).

O treinador será homenageado pela diretoria alviverde no próximo sábado, antes da partida contra o Internacional, às 16h30, no Brinco de Ouro.