Futebol Profissional

Umberto Louzer confirma mudança na defesa mas mantém dúvida no meio

Rondinelly e Erik brigam por uma vaga no setor de criação do Bugre

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 27/07/2018, às 13:58.

…

Umberto Louzer mudará a escalação do Guarani. Nesta sexta-feira o comandante Bugrino testou algumas variações na equipe e, em entrevista coletiva, confirmou que fará mudanças. Ao todo serão três. Uma na zaga, uma no meio e uma no ataque.

“Em relação ao time, é justamente isso que vocês (imprensa) puderam acompanhar no treinamento. É claro que hoje foi um pouco mais rápido devido ao desgaste e a preparação para o jogo de amanhã. Em relação à minha opção para a zaga minha ideia é ter um pouco mais de velocidade e compactação com a entrada do Maia ao lado do Alemão. O Marcão entra no lugar do Mendes em função do terceiro cartão e a única dúvida é entre Erik e Rondinelly”, afirmou.

Questionado sobre os erros individuais, Umberto afirmou que vem desenvolvendo um trabalho em cima disso e que espera que as falhas não voltem a acontecer diante do Brasil de Pelotas: “Esse é nosso intuito. Teremos mais uma sessão de vídeo para mostrar o que deve ser corrigido. Claro que esses erros estão nos custando caro, mas estamos procurando ajustar. Esperamos minimizar na partida de amanhã, para não facilitar e proporcionar possibilidades para o adversário. É, justamente, em busca disse que vamos trabalhar. Em busca desse equilíbrio na fase defensiva para fazer uma grande partida e sair com a vitória”, explicou.

Sem estipular metas ou números, Umberto frisou a importância da partida contra a equipe gaúcha neste sábado: “Com certeza. Sempre trabalhamos jogo a jogo. Claro que as projeções são importantes, mas eu gosto sempre de frisar o próximo jogo. É claro que falamos em um dado momento sobre o número ideal para virar o turno, mas temos que sempre trabalhar em função da próxima partida e esse jogo contra o Brasil é importantíssimo”, disse.

“Se conseguirmos confirmar nosso objetivo abriremos oito pontos de diferença para nosso oponente, distanciando do bloco de baixo e se aproximando do bloco de cima da tabela. É aquilo que estou pregando, a ideia é estar sempre perto da parte de cima, para quando chegar na fase final conseguir bons resultados para entrar e não sair mais. Mas o objetivo principal é atingir os 45 pontos o quanto antes. Depois buscaremos o objetivo maior que é o acesso à primeira divisão”, completou.

Confira a entrevista coletiva

Confira a galeria de fotos da coletiva

Coletiva - Umberto