Futebol Profissional

No Brinco, Guarani fica no empate com o Oeste

Fabrício, de falta, fez o único gol do Guarani na partida.

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 27/10/2018, às 19:00.

…

O Guarani recebeu o Oeste nesta sábado (27), no Brinco de Ouro, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, e empatou por 1 a 1. Fabrício, de falta, abriu o marcador para o Bugre, mas Léo Ceará, aos 45′, da segunda etapa, empatou o jogo.

Com o resultado, o Alviverde chega aos 46 pontos e ocupa a nona colocação. O próximo compromisso é contra o Coritiba, sábado (03), às 19h30, no Couto Pereira, em Coritiba.

O Jogo

Após a derrota para o Boa Esporte, fora de casa, na última rodada, o técnico Umberto Louzer promoveu modificações na equipe. Bruno Mendes, lesionado, deu lugar à Rafael Longuine e Rondinelly entrou na vaga deixada por Matheus Oliveira. O Bugre iniciou a partida com: Agenor, Kevin, Phillipe Maia, Fabrício e Romário; Ricardinho, Willian Oliveira, Matheus Anjos, Rafael Longuine e Rondinelly; Marcão.

Primeiro Tempo

Com uma proposta de jogo mais cadenciado, o Guarani iniciou a partida estudando a equipe do Oeste. Com mais posse de bola, o Bugre começou a partida dominando as ações. Mas, foi o Oeste que chegou com maior perigo. Aos 08′, Rodrigo Souza recebeu na intermediária e acertou o travessão de Agenor. O Bugre respondeu aos 10′. Rondinelly fez boa jogada pelo lado esquerdo, cruzou buscando Marcão, mas a zaga adversária antecipou.

Aos 11′, Rondinelly apareceu novamente e desperdiçou ótima oportunidade. Marcão recebeu dentro da área, rolou para o meia, mas o jogador  chutou por cima. Com maior ímpeto ofensivo, o Alviverde ensaiou uma pressão. Aos 13′, Longuine descolou cruzamento da direita e Matheus Anjos, dentro da pequena área, cabeceou por cima.

Aos 20′, o Alviverde tentou chegar novamente em escanteio cobrado por Matheus Anjos, mas não conseguiu ter sucesso. O Oeste respondeu aos 27′, Betinho fez boa jogada individual e chutou para fora. Quando o Rubrão tentou se lançar, o Guarani deu o bote. Aos 29′, Rondinelly sofreu falta na entrada da área. Na cobrança, Fabrício acertou uma pancada e abriu o marcador.

O gol deu tranquilidade ao time Bugrino e mesmo assim a postura continuou sendo seguida à risca. Com mais posse de bola, o Alviverde pouco sofreu e aos 46′, ainda chegou a marcar o segundo, mas o auxiliar invalidou. Longuine levantou na área, Marcão desviou e Rondinelly empurrou para o gol. O árbitro marcou impedimento.

Segundo Tempo

A segunda etapa começou da mesma forma que o primeiro tempo. Com o mesmo plano de jogo definido, o Alviverde iniciou controlando as ações do jogo e ditando o ritmo da partida. A primeira boa chegada do Bugre foi aos 7′. Philipe Maia recuperou a bola, tocou para Kevin, em rápida transição, o lateral acionou Matheus Anjos, que tocou para Rondinelly finalizar nas mãos de Tadeu.

Aos 14′, o Guarani quase fez o segundo e, com o dedo de Umberto Louzer, Jefferson Nem que entrara no lugar de Longuine, recebeu de Rondinelly e chutou de perna direita. A boal desviou na marcação e passou tirando tinta do travessão. Aos 16′, Rondinelly teve mais uma oportunidade de marcar, mas chutou em cima da marcação.

Aos 19′, Matheus Anjos parou no goleiro Tadeu. O meia recebeu de Marcão, driblou a marcação e de perna direita chutou para boa defesa do arqueiro adversário. Apesar do bom volume de jogo, o Alviverde encontrou dificuldade em fazer o segundo gol e o Oeste equilibrou as ações.

Aos 37′, o Bugre ainda ficou em desvantagem. Marcão tomou o segundo cartão amarelo e foi expulso da partida. A superioridade numérica, favoreceu o Oeste. Aos 45′, Léo Ceará recebeu de Edilson e empatou o jogo.

Ficha Técnica

Guarani Futebol Clube x Oeste Futebol Clube
Estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Arbitragem: Emerson de Almeida Ferreira, Celso Luiz da Silva e Mateus Vinicius Gomes
Gol: Fabrício (Guarani); Léo Ceará (Oeste)
Cartão Amarelo: Rodrigo Souza, Pedrinho e Lídio (Oeste); Ricardinho (Guarani).
Cartão Vermelho: Marcão (Guarani);
Público e renda: 1.737 – R$ 22.801,00.

Guarani Futebol Clube

Agenor, Kevin, Phillipe Maia, Fabrício e Romário (Pará); Ricardinho, Willian Oliveira, Matheus Anjos, Rafael Longuine (Jefferson Nem) e Rondinelly (Felipe Rodrigues); Marcão. Técnico: Umberto Louzer.

Oeste Futebol Clube

Tadeu; Adriano Alves, Joilson, Patrick e Conrado; Lídio (Felipe) e Rodrigo Souza (Edilson); Raphael Luz, Betinho, Pedrinho (Léo Ceará) e Marciel – Técnico: Roberto Cavalo