Futebol Profissional

No Brinco, Guarani é derrotado pelo Goiás

Lucão e Caíque Sá fizeram os gols do adversário

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 04/09/2018, às 22:00. Atualizado em 05/09/2018 às 11:43.

…

O Guarani recebeu o Goiás nesta terça-feira, no Brinco de Ouro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B e foi superado por 2 a 0. Lucão e Caíque Sá fizeram os gols da vitória do time goiano. Apesar do bom volume de jogo, o Alviverde não conseguiu apresentar um bom nível e conheceu sua oitava derrota no Campeonato Brasileiro da Série B.

Com o resultado, o Alviverde permanece com 37 pontos e ocupa a sétima colocação. A diferença para o Avaí, quarto colocado, é de cinco pontos. O próximo compromisso do Bugre é na sexta-feira (07), às 16h, contra o CRB, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

O Jogo

Com os retornos de Pará e Matheus Oliveira, o técnico Umberto Louzer optou por manter a base do time que vinha atuando. O comandante Bugrino escalou o Alviverde apenas com a entrada de Bruno Xavier na vaga de Jefferson Nem. O Bugre iniciou com: Agenor; Kevin, Maia, Fabrício e Pará; Willian Oliveira, Ricardinho, Bruno Xavier, Longuine e Matheus Oliveira; Bruno Mendes.

Primeiro Tempo

O Guarani iniciou o primeiro tempo dando mostras que repetiria a boa atuação que teve diante do Atlético-GO, porém, depois de muito insistir e não abrir o marcador, o Alviverde viu o adversário, em seu primeiro ataque, sair na frente do marcador.

A pressão começou cedo, o Bugre teve três oportunidades de abrir o placar antes dos dez primeiros minutos. Aos 3′, Bruno Mendes, sozinho dentro da pequena área, cabeceou por cima. Aos 8′, Longuine tentou do meio da rua e o goleiro Marcos espalmou. Aos 15′, o goleiro fez duas defesas incríveis. Primeiro no chute de Rafael Longuine e, depois, no chute á queima-roupa de Bruno Mendes.

Apesar do bom volume, da imposição e das chances criadas, o Bugre não conseguiu transpor o goleiro Marcos. Já o Goiás, em seu primeiro ataque, superou Agenor. Aos 29′, após cruzamento de Rafinha, Lucão abriu o placar. O gol deu moral ao time goiano, que só não fez o segundo, porque parou na trave em chute de Ernandes aos 32′. O Guarani tentou responder com Matheus Oliveira, aos 36′, mas em vão.

Segundo Tempo

O segundo tempo começou em alta intensidade. O Goiás, imprimindo o ritmo, levou perigo ao gol de Agenor aos 8′. O Guarani, por sua vez, tentava retomar as rédeas da partida para conquistar o empate. Diante de tal necessidade, o técnico Umberto Louzer tentou colocar a equipe para frente. O comandante tirou o volante Willian Oliveira e os meias Matheus Oliveira e Bruno Xavier para as entradas de Rondinelly, Jefferson Nem e Marcão.

Porém, a tentativa não surtiu efeito e, na ânsia de buscar o empate, o Alviverde, em contra-ataque, sofreu o segundo gol. Aos 37′, Caíque Sá recebeu, carregou e chutou da entrada da área para fazer o segundo.

 

Ficha Técnica

Guarani Futebol Clube x Goiás Esporte Clube
Estádio Brinco de Ouro, em Campinas.
Arbitragem: Diego Pombo Lopez
Gols: Lucão e Caíque Sá
Cartão Amarelo: Bruno Xavier, Willian Oliveira, Rafael Longuine, Bruno Mendes (Guarani); Giovanni, David Duarte, Lucão (Goiás).
Cartão Vermelho:
Público e renda: 2.781 – R$ 38.092,00

Guarani Futebol Clube

Agenor; Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Pará; Willian Oliveira (Rondinelly) e Ricardinho; Matheus Oliveira (Marcão), Rafael Longuine e Bruno Xavier (Jefferson Nem); Bruno Mendes. Técnico: Umberto Louzer.

Goiás Esporte Clube

Marcos; Caíque Sá, David Duarte, Edcarlos e Ernandes; Gilberto Júnior; Rafinha (Maranhão), Giovanni, Renato Cajá (João Afonso) e Michael; Lucão (Júnior Viçosa). Técnico: Ney Franco.