Futebol Profissional

No Brinco, Guarani é derrotado pelo Avaí

Philipe Maia marcou o único gol do Bugre na derrota por 2 a 1

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 13/10/2018, às 20:07.

…

O Guarani recebeu o Avaí nesta tarde no Brinco de Ouro, em duelo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, e foi derrotado por 2 a 1. Getúlio e Renato marcaram para o adversário. Philipe Maia descontou para o Bugre.

Com o resultado, o Alviverde ocupa a sexta colocação com 45 pontos. O próximo compromisso é diante do Boa Esporte, sábado (20), às 16h30, em Varginha

O Jogo

Sem Bruno Xavier e Felipe Rodrigues suspensos, o técnico Umberto Louzer modificou bastante o Guarani para enfrentar o Avaí. Além de Bruno Xavier, Longuine e Jefferson Nem deixaram o time titular. Rondinelly, Matheus Anjos e Bruno Mendes ocuparam as vagas. O Bugre iniciou a partida com: Agenor; Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Pará; Willian Oliveira, Ricardinho, Matheus Oliveira, Rondinelly e Matheus Anjos; Bruno Mendes.

Primeiro Tempo

A primeira etapa foi bastante movimentada. O Guarani iniciou o jogo tentando impor seu jogo e sufocar o adversário em seu campo de defesa. Logo no primeiro minuto, Pará fez boa jogada pelo lado esquerdo e cruzou para Bruno Mendes desviar com perigo ao gol defendido por Maurício Kozlinski. Aos 4′, Bruno Mendes fez o pivô e foi derrubado pela marcação na entrada da área. Matheus Anjos cobrou forte, no canto baixo esquerdo e levou perigo mais uma vez.

Apesar do bom início, o Alviverde viu o adversário equilibrar o jogo e abrir o marcador em uma falha do sistema defensivo. Aos 9′, após bobeada da defensiva Bugrina, Getúlio aproveitou o passe de Renato e abriu o placar no Brinco de Ouro. O gol fez o Alviverde buscar o jogo e lançar-se ao ataque. Em contrapartida, o time Bugrino deixou sua retaguarda desguarnecida e deu o contra-ataque ao adversário.

Aos 22′, Rodrigão cruzou, Renato ajeitou para Matheus Barbosa e o meia chutou em cima da defesa. Aos 26′, mais Avaí. Após cruzamento da esquerda, Getúlio desviou de cabeça e a bola saiu à esquerda de Agenor. Após a blitz da equipe catarinense, o Guarani conseguiu novamente reequilibrar as ações e chegou ao empate. Aos 40′. Após escanteio batido por Matheus Oliveira, Philipe Maia subiu mais que a defesa adversária e cabeceou para empatar.

Segundo Tempo

A segunda etapa começou com o Avaí assustando novamente. Rodrigão serviu Getúlio, o atacante invadiu a área e chutou rente a trave do goleiro Bugrino. O Bugre, com a necessidade de vencer para diminuir a diferença para o G4, tentava chegar pelos lados do campo. Aos 9′, Matheus Oliveira girou em cima da marcação e chutou forte, no ângulo direito, e obrigou o goleiro do Avaí fazer um milagre.

Após a boa chegada, o Alviverde melhorou no jogo e só não passou à frente por capricho. Aos 17′, Bruno Mendes recebeu bom cruzamento de Kevin e chutou forte. A bola explodiu no travessão. O Guarani porém, não contava com uma nova falha. Aos 18′, Rodrigão aproveitou a bobeira, enfiou para Renato e o meia bateu na saída de Agenor para fazer o segundo.

O gol fez o Bugre novamente sair para o jogo e se expor ao contra-ataques. Aos 21′, Getúlio invadiu a área e chutou para fora. Aos 23′, Guga cruzou e Matheus Barbosa cabeceou à esquerda. O Avaí ainda teve oportunidade de fazer o terceiro aos 27′, mas Renato isolou o pênalti sofrido por Getúlio.

Umberto Louzer ainda tentou modificar a equipe em busca do empate. O treinador promoveu as entradas de Marcão, Caíque e Rafael Longuine nas vagas de Matheus Anjos, Rondinelly e Kevin. Na base da pressão, o Alviverde até tentou, aos 36′, com Longuine e aos 44′, com Marcão, mas não conseguiu o empate.

Ficha Técnica

Guarani Futebol Clube x Avaí Futebol Clube
Estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Arbitragem: Rodrigo Batista Raposo
Gols: Getúlio e Renato (Avaí); Philipe Maia (Guarani)
Cartão Amarelo: Getúlio, Capa, Pedro Castro, Matheus Barbosa, Igor Fernandes (AVA)
Cartão Vermelho:
Público e renda: 5.111 – R$ 58.388,00

Guarani Futebol Clube

Agenor; Kevin (Rafael Longuine), Philipe Maia, Fabricio e Pará; Willian Oliveira e Ricardinho; Matehus Oliveira, Matheus Anjos (Caíque) e Rondinelly (Marcão); Bruno Mendes. Técnico: Umberto Louzer

Avaí Futebol Clube

Kozlinski; Guga, Betão, Aírton e Capa (Igor Fernandes); Judson, Matheus Barbosa, Renato, Pedro Castro (Marquinhos Silva) e Getúlio (Jones Carioca); Rodrigão; Técnico: Geninho