Futebol Profissional

No Brinco, Guarani confirma vitória diante do Juventude

Bruno Mendes, de pênalti, marcou o gol da vitória do Alviverde.

Por Gabriel Ferrari
Publicado em 14/09/2018, às 00:17.

…

O Guarani fez o dever de casa. Apesar de não apresentar o bom futebol de outras oportunidades, o Bugre soube envolver o Juventude e, numa noite de muita transpiração, o Alviverde guerreou contra a equipe e venceu por 1 a 0, em duelo válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Bruno Mendes, de pênalti, marcou o gol da vitória Bugrina.

Com o resultado, a equipe Bugrina chega aos 41 pontos e permanece na sétima colocação. A diferença para o G4 porém, caiu para apenas dois pontos. O próximo duelo é contra o CSA, no sábado (22), às 19h, no Brinco de Ouro.

O Jogo

Com todos atletas à disposição, Umberto Louzer optou por manter o time que vinha atuando nas últimas rodadas. Fabrício, recuperado de lesão, retornou ao time na vaga de Edson Silva, Jefferson Nem ganhou o lugar de Fabrício Bigode e Longuine e Bruno Mendes também voltaram nas vagas de Rondinelly e Marcão. O Guarani iniciou a partida com: Agenor; Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Pará; Willian Oliveira e Ricardinho; Matheus Oliveira, Rafael Longuine e Jefferson Nem; Bruno Mendes

Primeiro Tempo

O Guarani apresentou um futebol abaixo daquilo que vinha produzindo na primeira etapa. Com pouco volume de jogo, o Alviverde foi morno, mas também não sofreu. Com mais iniciativa que o adversário, a equipe Bugrina criou a primeira boa chance aos 10′. Após jogada ensaiada, Jefferson Nem recebeu, limpou a marcação e chutou para boa defesa de Matheus Cavichioli.

O Juventude respondeu aos 14′. Felipe Mattioni tentou surpreender o goleiro Agenor, mas o arqueiro, bem posicionado, segurou firme. O Bugre apareceu no ataque novamente aos 24′. Longuine recebeu, girou em cima da marcação e chutou à direita. Aos 32′, Bruno Mendes tentou de cabeça após escanteio cobrado pela esquerda, mas errou o alvo.

Segundo Tempo

Se faltou inspiração na primeira etapa, no segundo tempo sobrou transpiração. O Bugre competiu, foi guerreiro e conseguiu criar boas oportunidades. Logo aos 2′, Matheus Oliveira enfiou para Bruno Mendes, o atacante desviou e Matheus Cavichioli defendeu. O Juventude respondeu aos 9′. Após escanteio, Wágner subiu sozinho, mas cabeceou em cima de Agenor.

Mais ofensivo e disposto à conquistar a vitória, o Bugre lançou-se ao ataque. Umberto Louzer duas modificações e o time ganhou mais fôlego. Bruno Xavier entrou na vaga de Matheus Oliveira e Gabriel Poveda substituiu Jefferson Nem.

Com mais movimentação no setor ofensivo, o Alviverde criou espaços e conseguiu criar oportunidades pelo meio. Aos 22′, Longuine infiltrou, recebeu bom passe de Kevin, mas chutou para fora. Melhor no jogo, o gol era questão de tempo e só não saiu aos 31′ porque a trave impediu em chute de Bruno Mendes da entrada da área. Porém, aos 35′, Bruno Xavier foi derrubado na área e o árbitro assinalou pênalti. Bruno Mendes cobrou com categoria e selou a vitória do Guarani.

Ficha Técnica

Guarani Futebol Clube x Esporte Clube Juventude
Estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Arbitragem: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Gols: Bruno Mendes.
Cartão Amarelo: Bruno Mendes (Guarani); Rodrigo, Lucas, Wagner (Juventude).
Cartão Vermelho:
Público e renda: –

Guarani Futebol Clube

Agenor; Kevin (Felipe Rodrigues), Philipe Maia, Fabrício e Pará; Willian Oliveira e Ricardinho; Matheus Oliveira (Bruno Xavier), Rafael Longuine e Jefferson Nem (Gabriel Poveda); Bruno Mendes. Técnico: Umberto Louzer.

Juventude Esporte Clube

Matheus Cavichioli; Felipe Mattioni, Micael, Wagner e Neuton; Rodrigo (Diones), Caio Rangel (Esquerdinha), Lucas (Amaral), Leandro Lima e Rafinha; Guilherme Queiróz. Técnico: Luiz Carlos Winck