Futebol Profissional

Nazário decide e Guarani bate o Taubaté

A vitória foi a segunda com Vadão no comando do clube

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 30/03/2017, às 23:52.

…

O Guarani está vivo na Série A2. Após a vitória desta quinta-feira (30), em Taubaté, o Bugre diminuiu a diferença para apenas dois pontos do quarto colocado. Com gol de Bruno Nazário, o Guarani bateu o Taubaté e conquistou seu segundo resultado positivo sob o comando do técnico Vadão. O próximo confronto do Bugre é contra o Sertãozinho, domingo (02), às 16h, no Brinco de Ouro.

O Jogo

Depois de vencer o Água Santa no último fim de semana, em Diadema, o Bugre voltou a campo para enfrentar o Taubaté, novamente fora de casa. Com apenas três dias de preparação, Vadão fez o simples e manteve a mesma equipe. O Bugre foi a campo com: Leandro Santos, Lenon, Genilson, Jussani e Gilton; Auremar, Evandro, Bruno Nazario, Fumagalli e Uederson; Eliandro.

O Guarani iniciou com a mesma postura agressiva que apresentou contra o Água Santa. A primeira boa chegada aconteceu aos 5’, Fumagalli cobrou escanteio, a zaga do Taubaté tentou tirar e quase mandou contra. Aos 15’, o Burro da Central chegou novamente. A zaga do Bugre tentou cortar, mas a bola sobrou para Caíque. O atacante mandou uma bomba, mas Leandro Santos pegou bem.

O Bugre tentava chegava ao ataque nas inversões de jogo, mas não apresentava perigo, até que aos 22’, Fumagalli deu o cartão de visitas a Célio. O veterano cobrou falta com capricho e o goleiro voou para defender. O jogo era intenso e dois jogadores do alviverde sentiram na pele. Bruno Nazário e Lenon saíram de campo e precisaram de cuidados médicos após duas chegadas duras dos marcadores.

Apesar de truncado, as chances surgiam. Aos 27’, o Taubaté assustou. Caíque recebeu, fintou e chutou para boa defesa de Leandro Santos. Aos 30’, o Bruno Nazário foi premiado e o Bugre abriu o marcador. O meia aproveitou a falha de Nildo, driblou Alex Silva e chutou firme para fazer o primeiro do Guarani.

O gol deu tranquilidade e fez com que o Burro da Central saísse atrás do empate. Aos 37’, Alex Silva tentou cruzar e por pouco não surpreendeu Leandro. A resposta do Bugre veio aos 38’. Fumagalli antecipou, mandou de cabeça e Célio fez milagre. O primeiro tempo encaminhava-se para o fim, mas em um contra-ataque Alex Silva deu um pontapé em Uederson e foi expulso.

Com um a mais em campo, o Bugre voltou ao campo de jogo a fim de liquidar a fatura. Mas a vantagem numérica não durou muito tempo. Aos 12’, Gilton, que acabara de receber amarelo, matou a jogada e também recebeu o segundo cartão. A expulsão de Gilton igualou o jogo e deixou a partida com mais espaço. Aos 14’, Eliandro invadiu a área, e chutou firme, Célio fez boa defesa.

Aos 19’, o Taubaté teve sua melhor oportunidade. Caíque cruzou, Tiago Tremonti antecipou a defesa e cabeceou na trave de Leandro Santos. Aos 23’, mais Taubaté. Cassinho cobrou falta e a bola passou com perigo. Aos 33’, foi a vez de Braian Samudio perder a oportunidade de ampliar para o Guarani. O paraguaio ganhou na velocidade, mas na hora de chutar mandou em cima de Célio.

O Guarani passou por apuros no final da partida, mas soube bem suportar o ataque do adversário e deu um passo importante para a classificação à próxima fase da Série A2.

 

Ficha Técnica

Esporte Clube Taubaté x Guarani Futebol Clube
Joaquim Moraes Filho, em Taubaté

Arbitragem: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, Patrick André Bardauil, Enderson Emanoel da Silva e Thiago Lourenço Mattos.

Gols: Bruno Nazário, aos 30′ do 1ºT
Cartões Amarelos: Alex Silva, Gilton, Genilson, Samúdio
Cartão Vermelho: Alex Silva, Gilton

Público e Renda:

 Esporte Clube Taubaté

Célio, Alex Silva, Eder, Júnior Campos (Luis Felipe) e Israel; Nildo (Rafael Rosa), Alan Mota (Richely), Tiago Tremonti e Cassinho; Caíque e Everton. Técnico: Evaristo Piza

 Guarani Futebol Clube

Leandro Santos; Lenon, Genilson, Alef e Gilton; Auremir e Evandro; Bruno Nazário (Braian Samudio), Fumagalli (Denis Neves) e Uederson (Lorran); Eliandro. Técnico: Oswaldo Alvarez.