Futebol Profissional

Marcelo Chamusca é apresentado oficialmente como novo treinador do Guarani

Baiano de Salvador, Chamusca chega para montar e comandar o Bugre no Brasileiro da Série C

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 06/04/2016, às 16:06. Atualizado em 15/04/2016 às 18:52.

…

A diretoria do Guarani, por meio do presidente Horley Senna, apresentou nesta tarde de quarta-feira o novo treinador do Guarani para o Campeonato Brasileiro da Série C. Com 49 anos, Chamusca chega com sua comissão técnica: o Auxiliar Caé Cunha e o Preparador Físico Roger Gouvea, e terá a missão de montar a equipe que jogará a competição nacional em busca do acesso. Há três anos na Divisão, o Bugre deposita em Chamusca a esperança de chegar à Série B e na sequência galgar os demais degraus que terá pela frente no comando técnico do clube, até a elite do futebol nacional e paulista.

“Nós contratamos o Marcelo por apostar no seu currículo e principalmente por ele ter comprado esta ideia de renovação do Guarani. É um treinador estudioso e que com certeza vai trazer grandes resultados para o Guarani”, falou o presidente Horley Senna.

Marcelo Chamusca vem de um título conquistado no futebol cearense – Campeão com o Fortaleza em 2015 – e vê ótima oportunidade de mostrar seu trabalho e potencial num momento em que treinadores mais novos estão começando a despontar no cenário nacional.

“Um dos motivos que estou vindo, além do desafio, é iniciar minha carreira no mercado paulista como treinador. Entrar num clube como o Guarani é uma excelente oportunidade. O Guarani é um gigante do futebol nacional”, falou Chamusca em sua chegada ao Brinco de Ouro.”

Saiba mais de Marcelo Chamusca

Marcelo Augusto Chamusca ou Marcelo Chamusca, é baiano de Salvador, tem 49 anos, e foi jogador de futebol atuando na posição de volante. Como atleta jogou nas equipes do Bahia, onde iniciou a carreira em 1979, permanecendo até 1988. Depois atuou no Galícia (BA), Treze (PB) e Colatina (ES).

Em 1990 iniciou a carreira de treinador no também time baiano do Vitória, onde ficou no juvenil e Juniores. Depois foi trabalhar no Sport (PE), também no Juniores, onde ficou de 1993 à 1998. No clube nordestino assumiu a coordenação técnica da base, mas retornou ao campo em 2000 para comandar o Sub 20 do Bahia. Em 2002 se torou auxiliar técnico, no mesmo clube, e posteriormente gerente de futebol.

Em 2004 fixou-se na beira do gramado e como auxiliar técnico trabalhou no São Caetano com o irmão. Permaneceu na função até 2012 passando por clubes como CRB (AL), Bahia (BA), Goiás (GO), Botafogo (RJ), Oita Trinta (JAP), Sport (PE), Avaí (SC), Al Arabi (QAT), Al Jaish (QAT). Em 2012 assumiu seu primeiro time profissional e comandou o Vitória da Conquista no Campeonato Baiano. A partir daí, dirigiu Salgueiro-PE (2012/2013), Fortaleza-CE (2014-2015), onde foi considerado o melhor treinador da competição, Atlético Goianiense (2015), Fortaleza (2015) e Sampaio Corrêa (2016).

Galeria de Fotos

Imagens liberadas para uso editorial – Rodrigo Villalba / Divulgação oficial Guarani Futebol Clube

Este slideshow necessita de JavaScript.