Destaque Futebol Profissional

Marcelo Barbosa ressalta tempos distintos no jogo entre Guarani e CRB

Bugre produziu diversas chances na etapa inicial, mas não conseguiu balançar as redes

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 12/01/2021, às 00:24.

…

Responsável por comandar o time no banco de reservas nesta segunda-feira, por conta da suspensão do treinador Felipe Conceição, o auxiliar Marcelo Barbosa definiu a partida entre CRB e Guarani como um jogo de dois tempos. Apesar da vitória da equipe mandante por 2 a 0, o Bugre produziu bastante na etapa inicial, tendo chances de balançar as redes algumas vezes.

A mudança de rendimento, de acordo com o auxiliar, está relacionada à Covid-19. Na noite desta segunda-feira, o Bugre não contou com nove atletas por conta da doença, enquanto outros três (Bruno Sávio, Marcelo e Erick Daltro) retornaram após cumprirem isolamento obrigatório.

“Tivemos problema de Covid, muitos jogadores não estavam com o ritmo ideal para o jogo, o cansaço atingiu na segunda etapa. Fizemos um primeiro tempo muito bom, em que pudemos fazer nosso jogo, com construção, chegada no último terço, mas no segundo tempo a equipe sentiu.”

Com 48 pontos, na sexta colocação da Série B, o Bugre está atualmente quatro pontos atrás do CSA, que encerra o G4. Faltando quatro rodadas para o fim da competição, Marcelo Barbosa ressaltou que o grupo não desistiu de brigar para subir de divisão.

“Enquanto tivermos chances, vamos lutar pelo acesso. E mesmo se não tivéssemos chances, iríamos continuar procurando as vitórias sempre. Vamos em busca dos três pontos contra o Cuiabá, sempre lutando.”