Futebol Profissional

Longuine marca duas vezes e Guarani vence o Brasil

O resultado reabilitou o Bugre no Campeonato Brasileiro da Série B.

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 28/07/2018, às 19:59.

…

Rafael Longuine. O meia foi o nome da vitória, por 2 a 1, do Guarani sobre o Brasil de Pelotas neste sábado (28), no Brinco de Ouro, pela décima sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O jogador marcou duas vezes e ajudou o Bugre se reabilitar dentro da competição. Lourency fez para o xavante.

Com o resultado, o Bugre chega a marca de 26 pontos e, momentaneamente, ocupa a nona colocação. O próximo confronto é na sexta-feira (03), às 19h15, contra o Londrina, no Estádio Barão do Café.

O Jogo

Sem Bruno Mendes suspenso, Umberto Louzer foi forçado mexer no comando de ataque. Marcão, que havia entrado diante do Paysandu, substituiu o atacante. O treinador também fez outras duas modificações para tentar acabar com o jejum de vitórias. Philipe Maia entrou na vaga de Edson Silva e Rondinelly ganhou o lugar de Denner. O Bugre iniciou com: Oliveira; Kevin, Éverton Alemão, Philipe Maia e Pará; Willian Oliveira e Ricardinho; Matheus Oliveira, Rafael Longuine e Rondinelly; Marcão.

Primeiro Tempo

O Guarani começou a primeira etapa em marcha lenta. Bloqueado pela forte marcação do adversário, o Bugre teve dificuldades para criar chances nos primeiros quinze minutos. Porém, após a “fase de estudos”, o Alviverde assumiu o controle e soube tirar proveito da lentidão do adversário.

A primeira boa chegada do Guarani aconteceu aos 18′. Ricardinho recebeu bom passe, girou e chutou tirando tinta da trave de Marcelo Pitol. Aos 20′, Rafael Longuine parou na trave. O meia recebeu na intermediária, chutou firme e a bola carimbou o poste esquerdo do goleiro gaúcho.

Aos 31′, Matheus Oliveira recebeu com pouco espaço, chutou forte, Marcelo Pitol deu rebote. Kevin cruzou e Ricardinho, de cabeça, carimbou a trave mais uma vez. De tanto insistir, o Guarani chegou ao gol. Aos 40′, Rafael Longuine recebeu de Matheus Oliveira, girou em cima da marcação e chutou rasteiro para superar o arqueiro adversário.

Segundo Tempo

A segunda etapa começou diferente. Precisando do resultado, o Brasil de Pelotas se lançou ao ataque e conseguiu empatar a partida na primeira boa chegada. Aos 12′, Éder Sciola recebeu na direita, cruzou para trás e Lourency marcou. Com empate no marcador, a equipe gaúcha retomou as linhas defensivas baixas e voltou criar dificuldade para o Bugre.

O problema ficou ainda maior aos 18′. Rondinelly tomou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Com um a menos em campo Umberto Louzer lançou mão de Matheus Oliveira e Marcão para as entradas de Erik e Gabriel Poveda. O Bugre melhorou e quase tomou a frente no marcador novamente aos 26′. Longuine cobrou falta e a bola explodiu no travessão.

O Brasil de Pelotas respondeu com perigo aos 29′. Lourency invadiu a área, chutou cruzado e Oliveira espalmou. Diante de um jogo muito fechado e com poucas chances, fez diferença a categoria de Rafael Longuine, aos 40′, o meia recebeu com espaço e soltou uma pancada de perna direita para fazer o segundo do Bugre, segundo dele no jogo e garantir a vitória Bugrina.

Ficha Técnica

Guarani Futebol Clube x Grêmio Esportivo Brasil
Estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Arbitragem: Luiz César de Oliveira Magalhães (CE)
Gols: |GUA|  Rafael Longuine (2x) |BRA| Lourency
Cartões Amarelos: |GUA|  Ricardinho, Rondinelly e Oliveira  |BRA| Itaqui, Bruno Collaço, Gilson
Cartão vermelho: |GUA| Rondinelly
Público e Renda:  3.653 pagantes – R$ 43.393,00

Oliveira; Kevin, Philipe Maia, Éverton Alemão e Pará; Willian Oliveira e Ricardinho; Matheus Oliveira (Erik), Rafael Longuine (Felipe Diadema) e Rondinelly; Marcão (Gabriel Poveda). Técnico: Umberto Louzer.

Grêmio Esportivo Brasil

Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Rafael Dumas e Bruno Collaço; Leandro Leite e Itaqui (Gilson); Kaio (Lourency), Pereira (Maicon Assis) e Valdemir; Luiz Eduardo. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.