Futebol Profissional

Guarani vence o Oeste e derruba tabu de 14 anos

Bugre conquistou a primeira vitória atuando na casa do adversário na história do confronto

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 05/07/2018, às 21:29. Atualizado em 08/07/2018 às 10:00.

…

Ataque consistente. Defesa bem postada. Esse foi o resumo da vitória do Guarani diante do Oeste nesta quinta-feira (05), na Arena Barueri. Em dois tempos muito sólidos, o Bugre bateu o Rubrão, por 1 a 0, e conquistou a primeira vitória na história do confronto – atuando na casa do adversário. Daniel Borges, contra, foi o autor do único gol do jogo.

Com o resultado, o Alviverde chega aos 20 pontos e, momentaneamente, ocupa a oitava colocação. O próximo compromisso é diante do Coritiba, segunda (09), às 18h, no Brinco de Ouro.

O Jogo

Após o empate diante do Boa Esporte, Umberto promoveu mudanças na escalação Bugrina para enfrentar o Oeste. Sem Philipe Maia suspenso, o treinador fez três modificações. No gol, Oliveira ganhou a vaga de Georgemy. Éverton Alemão formou dupla de zaga com Edson Silva e Matheus Oliveira entrou na vaga deixada por Bruno Nazário. O Bugre iniciou com: Oliveira; Kevin, Éverton Alemão, Edson Silva e Pará; Willian Oliveira, Ricardinho, Denner , Rafael Longuine e Matheus Oliveira; Bruno Mendes.

Primeiro Tempo

Muito bem disposto taticamente, o Guarani apresentou um futebol maduro e consistente na primeira parte do jogo. Sem criatividade e com dificuldades de romper as linhas Bugrinas, o Oeste pouco criou e levou perigo apenas duas vezes ao gol de Oliveira.

O primeiro ataque Bugrino aconteceu logo no primeiro minuto, Willian Oliveira levantou para o campo de ataque, Bruno Mendes desviou de cabeça e Rafael Longuine chutou para boa defesa de Tadeu. A resposta do Rubrão veio logo na sequência numa cabeçada de Nicolas Careca. Mas Oliveira, seguro, espalmou para fora. O gol Bugrino, saiu cedo, logo aos 5′, após boa troca de passes, Denner cruzou, Bruno Mendes desviou, a bola bateu na marcação e entrou.

Após o gol, o Bugre ficou ainda mais a vontade e teve, pelo menos, mais três chances de ampliar o marcador. Aos 13′, Matheus Oliveira arriscou de direita e a bola se perdeu em linha de fundo. Aos 17′, como elemento surpresa, Denner entrou na área, mas o chute foi travado.

O Oeste chegou com mais perigo aos 30′, Pedrinho aproveitou o cruzamento da direita mas chutou errado. A resposta Bugrina veio aos 33′. O Guarani envolveu o Oeste com uma boa troca de passes e a bola caiu nos pés de Denner, o volante buscou o ângulo de Tadeu, mas Joilson salvou em cima da linha.

A chance mais clara para ampliar o marcador foi de Bruno Mendes. Aos 36′, Denner fez jogada individual, cruzou para área e o atacante perdeu o tempo na hora de finalizar.

Segundo Tempo

Se na primeira etapa o Guarani comandou as ações, no segundo tempo o Bugre soube sofrer e suportou as investidas do adversário. A primeira boa chegada porém, foi do Oeste. Aos 12′, Bruno Lopes fez jogada individual e chutou rasteiro para boa defesa de Oliveira. O goleiro, aliás, foi um dos destaques da partida e fez boas intervenções na segunda etapa.

Aos 19′, Joilson arriscou da intermediária e o goleiro se esticou todo para espalmar. O Bugre respondeu aos 33′. Bruno Mendes recebeu de Rondinelly – que entrou no lugar de Rafael Longuine -, girou e chutou à direita de Tadeu. Muito bem postado, o Guarani soube se defender muito bem e não cedeu espaços para o adversário criar.

Diante da compactação defensiva apresentada pelo Bugre, o adversário ficou sem ter muito o que fazer e, nem mesmo os seis atacantes, colocados pelo técnico Roberto Cavalo, conseguiram furar o bloqueio Bugrino.

Ficha Técnica

Oeste Futebol Clube x Guarani Futebol Clube
Arena Barueri, em Barueri
Arbitragem: Rodrigo D’Alonso Ferreira, Alex dos Santos e Thiago Americano
Gols: |OES| –  |GUA| Daniel Borges (contra)
Cartões Amarelos: |OES| Danielzinho |GUA| Bruno Mendes e Willian Oliveira
Cartão vermelho: –
Público e Renda:

Oeste Futebol Clube

Tadeu; Daniel Borges (Henrique), Joilson, Leandro Amaro e Conrado; Rodrigo Souza (Daniel Farias), Betinho e Danielzinho; Bruno Lopes, Nicolas Careca (Léo Artur) e Pedrinho – Técnico: Roberto Cavalo

Oliveira; Kevin, Éverton Alemão, Edson Silva e Pará; Willian Oliveira, Ricardinho, Denner , Rafael Longuine (Rondinelly) e Matheus Oliveira (Caíque); Bruno Mendes (Poveda) – Técnico: Umberto Louzer

Oeste 0 x 1 Guarani