Futebol Profissional

Guarani vence e está de volta à Série B

Com gols de Leandro Amaro e Eliandro, o Bugre volta à Série B após 4 anos

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 09/10/2016, às 19:50. Atualizado em 10/10/2016 às 11:56.

…

Muitos disseram que seria impossível. Muitos desacreditaram. Muitos colocaram em dúvida a possibilidade de acesso após a derrota por 3 x 1 na primeira partida das quartas de final, em Arapiraca. O Guarani nunca levou isso em consideração. Com um espetáculo nas arquibancadas e um ótimo futebol, o Bugre bateu o ASA por 3 a 0 e sacramentou o acesso à Série B de 2017.

Leandro Amaro, aos 25′ do primeiro tempo, fez o primeiro do Bugre. Eliandro, aos 10′ e aos 28′, fechou o placar a favor do Guarani. Com o resultado, o Bugre garantiu acesso à Série B e também a chance de brigar pelo título da Série C. O Guarani enfrenta o ABC, pela semifinal, em partida ainda sem data definida pela Confederação Brasileira de Futebol.

O JOGO 

O Guarani tinha sobre suas costas uma enorme pressão após a derrota para o ASA na primeira partida das quartas de final. O Bugre precisava vencer por 2 a 0 e não tomar gols para classificar-se e garantir o acesso a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro de Futebol. Após uma semana de muito trabalho e concentração, o Guarani entrou em campo determinado a mudar sua história na competição nacional.

Escalado com duas modificações em relação à primeira partida – Wesley no lugar de Zé Antônio e Renatinho no lugar de Marcinho -, o Bugre começou a partida a todo vapor. Logo aos 7′, Gilton recebeu pelo lado esquerdo e arriscou, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora assustando o goleiro Thiago Braga, do ASA. No lance seguinte, a equipe alagoana deu o troco: aos 8′, Ferreira tentou cortar e a bola sobrou para Diogo que, sozinho, finalizou por cima.

O jogo era muito truncado. O Guarani tentava, mas não conseguia furar o bloqueio do ASA. Os alagoanos aproveitavam os contra-ataques para tentar chegar ao gol do Bugre. Em uma dessas descidas, aos 20′, Reinaldo Alagoano bateu cruzado, a bola bateu na defesa do Bugre e saiu em escanteio. Na batida, Rayan subiu sozinho no meio da defesa do Guarani e mandou para fora, desperdiçando a melhor oportunidade da partida até então.

Apesar do melhor momento do ASA dentro da partida, foi o Bugre quem abriu o placar. Aos 24′, após falta batida por Fumagalli pelo lado direito, Leandro Amaro subiu mais alto que todo mundo e testou firme para fazer o primeiro do Bugre e tirar o grito de gol da garganta dos mais de 12 mil torcedores presentes no Brinco de Ouro. Foi o terceiro de Leandro com a camisa do Guarani na Série C.

Após o gol, o Guarani aproveitou o bom momento e tentou ampliar. Aos 28′, Fumagalli cobrou escanteio e Wesley cabeceou firme no canto baixo de Thiago Braga, que fez ótima defesa. O Guarani era melhor e mostrava sua superioridade dentro de campo. A primeira etapa terminou com o Bugre à frente no placar e o torcedor um pouco mais calmo por estar próximo do grande sonho de voltar à Série B.

Sabendo que sua missão ainda não fora terminada, o Guarani retornou à segunda etapa com muita vontade de liquidar a fatura, mas foi o ASA quem chegou primeiro. Aos 5′, Lessinho recebeu pelo lado direito e bateu forte, a bola desviou em Auremir, bateu na trave e saiu. O susto fez com que o Guarani acordasse. Aos 7′, Fumagalli lançou Eliandro dentro da área, o atacante recebeu e tentou tocar para Pipico , mas a zaga do ASA fez o corte.

No lance seguinte, o Guarani ampliou. Rayan recuou para Thiago Braga que tentou afastar com um chutão. Eliandro, mais esperto, se jogou na bola que caprichosamente bateu no atacante e morreu no fundo do gol do ASA. Era o segundo do Guarani, aos 9′, da segunda etapa. Com o gol, a equipe de Arapiraca se viu obrigada a sair para o jogo e deixou brechas no campo de defesa para o Guarani jogar.

Desesperados atrás de um gol, os jogadores do ASA até criavam, mas paravam em Leandro Santos. Aos 14′, Lessinho recebeu dentro da área e soltou uma pancada cruzada. O goleiro fez uma linda defesa e salvou o Guarani de tomar o primeiro.

À frente no placar, o Bugre jogava com inteligência e contava com o apoio da massa alviverde que ensandecida fazia uma maravilhosa festa nas arquibancadas. Aos 27′, veio o golpe final: após chutão de Gilton, Eliandro ganhou dos dois zagueiros e cabeceou por cima de Thiago Braga, sacramentando o acesso do Bugre. Sem esboçar reação, o ASA não ofereceu perigo ao Guarani.

Elmo Resende Alves levou o jogo até os 49′ da segunda etapa e o Guarani bateu a equipe de Arapiraca por 3 a 0, revertendo assim o placar adverso da primeira partida e carimbando a volta do Guarani, após 4 anos, à Série B do Campeonato Brasileiro.

O próximo confronto do Bugre é contra o ABC, em Natal, ainda sem data definida pela Confederação Brasileira de Futebol.

Ficha técnica

Guarani Futebol Clube x Agremiação Sportiva Arapiraquense
Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas

Arbitragem: Elmo Resende Alves da Cunha, Leone Carvalho da Rocha, Marcio Soares Maciel e Adriano de Assis Miranda

Gols: Leandro Amaro (aos 24′ 1ºT), Eliandro (aos 9′ e aos 27′ do 2ºT)
Cartões Amarelos: Cal, Rayan, Júnior, Gilton, Fumagalli, Eliandro
Cartão Vermelho:

Público e Renda: 12.713 pessoas

Guarani
Leandro Santos; Lenon, Ferreira, Leandro Amaro e Gilton; Auremir, WesleyRenatinho (Régis), Fumagalli e Pipico (Deivid); Eliandro (Éverton). Técnico: Marcelo Chamusca.

ASA
Thiago Braga; Junior (Lessinho), Willames José, Rayan e Igor (Gilmar); Cal, Ramalho, Rafael (Klenisson) e João Paulo, Reinaldo Alagoano e Diogo. Técnico: Paulo Foiani