Futebol Profissional

Guarani perde para o Capivariano no Brinco

Gabriel e Peterson fizeram os gols do time de Capivari. Genilson descontou para o Bugre

Por Gabriel Ferrari
Publicado em 01/03/2017, às 23:30.

…

O Guarani até tentou. A tabela ajudou mas o Bugre não conseguiu vencer o Capivariano, no Brinco de Ouro, e se aproximar dos líderes do Campeonato Paulista da A2. Em uma noite infeliz, o Bugre saiu derrotado pelo placar de 2 a 1, em duelo válido pela 8ª rodada. A próxima partida do alviverde é contra o líder Rio Claro, domingo (05), às 16h, em Rio Claro.

Com o resultado, o Bugre estaciona nos 11 pontos em 8 partidas disputadas. O Guarani ocupa a 9ª colocação a 4 pontos do quarto colocado Água Santa e a 2 pontos do primeiro na zona da degola Oeste.

O Jogo

A partida no Brinco de Ouro foi bastante movimentada. O técnico Mauricio Barbieri mudou o Guarani para tentar surpreender o adversário e para tentar melhorar o futebol apresentado em relação a partida contra o Juventus. Uederson e Braian Samudio ganharam as vagas de Marcinho e Rogério. O Bugre foi escalado com: Luis Henrique; Lenon, Genilson, Diego Jussani e Denis Neves; Auremir e Evandro; Bruno Nazário, Fumagalli e Uederson; Braian Samudio.

O Capivariano também veio muito modificado a Campinas. Picoli escalou três zagueiros e dois volantes e veio enfrentar o Bugre apostando na boa bola parada de Correa e nos contra-ataques rápidos com Gabriel e Carlos Henrique. Aos 5′, o time de Capivari quase abriu o marcador. Correa bateu falta, Gabriel subiu de cabeça e meteu a bola na trave.

Essa foi a tônica do time de Capivari. Aos 6′, Gabriel recebeu de Correa, fintou Jussani e Denis Neves e chutou firme, no canto baixo de Luis Henrique para abrir o marcador. Jogando por uma bola e com a vantagem no placar, o Capivariano recuou com os 11 jogadores para trás da linha da bola. A dificuldade de chegar ao gol de Ygor era tanta que quando o Bugre chegou, marcou.

Aos 20′, em cobrança de escanteio de Fumagalli, Jussani desviou e Genilson com a perna direita completou para empatar a partida para o Guarani. O gol deu tranquilidade para o Guarani tentar trabalhar e chegar ao segundo, mas a tranquilidade acabou sendo traiçoeira. Aos 25′, Correa cobrou falta da intermediária, Leandro Silva subiu sozinho e cabeceou firme: Luis Henrique defendeu mas mandou na cabeça de Peterson, o zagueiro só completou para o gol aberto.

A dificuldade era tanta que o Guarani só foi chegar ao gol de Ygor aos 36′. Evandro recebeu e arriscou de fora da área. O goleiro do Capivariano, bem posicionado, espalmou para fora. A pressa era inimiga do Guarani e a ansiedade tomou conta do time. Antes de terminar a primeira etapa o Capivariano quase fez o terceiro: a0s 44′, Correa arriscou e Luis Henrique salvou.

O segundo tempo começou com o Guarani lento e com o Capivariano fechadinho. A primeira boa chance do Bugre foi aos 12′, Evandro, novamente em chute de longe, obrigou Ygor fazer boa defesa e colocar em escanteio. Na cobrança, Denis mandou na cabeça de Jussani, o zagueiro subiu e mandou na trave. O Guarani demonstrava que queria empatar e ficou muito próximo de conseguir, não fosse a ótima atuação de Ygor.

Aos 17′, Denis Neves cruzou com muito veneno, Braian Samudio antecipou a marcação e cabeceou forte, Ygor apareceu e fez milagre. Aos 19′, mais Guarani. Evandro tentou novamente e Ygor como já tinha feito em duas oportunidades fez uma excelente defesa. O técnico Mauricio Barbieri até tentou mudar a equipe. Tirou Auremir, Genilson e Uederson e colocou Ernani, Marcinho e Rogério.

A tentativa foi válida mas o Guarani não conseguiu descontar no marcador e perdeu uma ótima oportunidade de encostar no G4, uma vez que São Caetano e Bragantino, concorrentes diretos a classificação, tropeçaram na rodada. O próximo confronto do Bugre é contra o Rio Claro, em Rio Claro, no domingo (05), às 16h.

Ficha Técnica

Guarani Futebol Clube x Capivariano Futebol Clube
Estádio Brinco de Ouro, em Campinas

Arbitragem: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral, Anderson José de Moraes Coelho, Rogério Pablos Zanardo e Gabriel Castro Dourado

Gols: Gabriel, aos 5′, do 1º T, Genilson, aos 20′ do 1ºT e Petterson, aos 25′ do 1ºT
Cartões Amarelos: Auremir, Petterson, Gabriel, Oliveira, Leandro Silva, Rafael Rato e Diego Jussani
Cartão Vermelho:

Público e Renda:  2.639 pagantes – R$ 27.360,00

 Guarani Futebol Clube

Luis Henrique; Lenon, Genilson (Marcinho), Diego Jussani e Denis Neves; Auremir (Ernani) e Evandro; Bruno Nazário, Fumagalli e Uederson (Rogério); Braian Samudio. Técnico: Maurício Barbieri.

 Capivariano Futebol Clube

Ygor Vinhas; Oliveira, Leandro Silva, Douglas Ozias e Petterson; Jácio, Correa, Bruno Sabiá (Neto), Deco e Carlos Melo (Rafael Rato); Gabriel Taliari (Joãozinho). Técnico: Picolli

Este slideshow necessita de JavaScript.