Futebol Profissional

Guarani joga bem e bate o Figueirense

Bruno Nazário e Caíque fizeram os gols da vitória do Bugre

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 24/05/2017, às 01:27.

…

O Guarani nem teve tempo de se recuperar da derrota para o Santa Cruz, no último sábado e já entrou em campo novamente para enfrentar o Figueirense, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, na noite desta terça-feira (23), no Brinco de Ouro. Com um futebol incontestável e muito ofensivo, o Bugre impôs seu ritmo do início ao final e bateu a equipe de Santa Catarina por 2 a 0. Bruno Nazário e Caíque foram os autores dos gols Bugrinos na noite fria de Campinas.

A vitória fez o Guarani chegar a sua maior série invicta no Brinco de Ouro, em campeonatos brasileiro. São 22 partidas sem derrota jogando em casa. O próximo confronto do Bugre é contra o Vila Nova, no sábado (03), às 16h30, no Serra Dourada, em Goiás.

O Jogo

O Guarani teve praticamente apenas um dia para se preparar para o duelo desta terça-feira (23) contra o Figueirense. O técnico Vadão optou mais uma vez por fazer o básico, colocou Salomão na vaga deixada por Eron e promoveu a volta de Fumagalli no lugar de Juninho, fora isso o time foi o mesmo que jogou diante do Santa Cruz: Leandro Santos; Lenon, Genilson, Jussani e Salomão; Evandro, Auremir, Bruno Nazário,  Fumagalli e Claudinho; Eliandro

O Guarani começou muito bem. Logo na primeira jogada, Salomão, estreando entre os profissionais e fazendo sua primeira partida no Brinco de Ouro, recebeu de Diego Jussani e cruzou para Eliandro, o atacante até tentou mas viu a bola cruzar toda extensão da grande área e sair em lateral. O lance mostrou que a postura seria agressiva e que o Guarani iria em busca da vitória a qualquer custo. Na segunda jogada de ataque, aos 6′, o Bugre abriu o placar. Leandro Santos lançou para Bruno Nazário, o meia tirou de Tiago Rodrigues e encobriu Bruno Alves para fazer um golaço e abrir o marcador.

O gol deu moral e o Bugre só não ampliou por falta de capricho. Aos 9′, Fumagalli cobrou escanteio, Claudinho desviou e a bola se ofereceu para Bruno Nazário bater sem direção, já dentro da pequena área. O meia se destacava e as principais chances saíam dos pés dele. Aos 12′, Bruno recebeu sozinho e tentou de trivela buscar o ângulo de Tiago Rodrigues. O ritmo intenso assusto o Figueirense.

Aos 22′, Fumagalli cobrou falta pela esquerda e Jussani cabeceou para boa defesa do goleiro adversário. O segundo parecia questão de tempo mas, o Figueirense começou gostar da partida. Aos 32′, após boa troca de passes Iago apareceu sozinho na grande área mas chutou para fora. Aos 40′, foi a vez de Leandro Santos intervir. Luidy saiu de frente com o goleiro e chutou firme para boa defesa.

Apesar de tomar alguns sustos no final da primeira etapa, o Bugre foi para o vestiário apresentando um futebol convincente e com vantagem miníma no marcador. Apesar de estar dominando o jogo, o técnico Vadão mexeu no time no ínicio da segunda etapa por precaução. Evandro amarelado deu lugar a Denner, que também estreara com a camisa do Bugre.

Apesar do domínio expressivo na primeira etapa, o Guarani não conseguiu repetir o mesmo ímpeto no segundo tempo e o time alvinegro equilibrou as ações. A primeira chance do Bugre foi aos 14′, e Eliandro mandou por cima. Aos 25′, Juliano recebeu de Renan Mota e chutou tirando tinta do gol de Vagner, que entrou no lugar de Leandro Santos. Apreensivo com as chegadas do adversário, Vadão promoveu a entrada de Caíque no lugar de Bruno Nazário.

Na primeira participação do atacante o Bugre ampliou. Aos 31′, Fumagalli cobrou falta da esquerda e Caíque apareceu para desviar a bola para o fundo do gol e marcar o segundo do Bugre. O gol deu tranquilidade e fez a equipe crescer de produção.  Aos 33′, Auremir puxou contra-ataque e serviu para Denner fuzilar para o gol e obrigar Tiago Rodrigues fazer bela defesa.

O Figueirense até tentou descontar mas a defesa do Bugre estava praticamente intransponível e garantiu a reabilitação ao Bugre.

Ficha Técnica

Guarani Futebol Clube x Figueirense Futebol Clube
Estádio Brinco de Ouro, em  Campinas

Arbitragem: Paulo Henrique de Melo Salmazio, Eduardo Gonçalves da Cruz e Leandro dos Santos Ruberdo

Gols: Bruno Nazário, aos 6′ do 1º T e Caíque, aos 31′ do 2º T
Cartões Amarelos: Evandro e Zé Antônio
Cartão Vermelho:
Público e Renda: 0 – R$ 21.959,00

 Guarani Futebol Clube

Leandro Santos (Vagner); Lenon, Genilson, Jussani e Salomão; Evandro (Denner), Auremir, Bruno Nazário (Caíque),  Fumagalli e Claudinho; Eliandro Técnico: Oswaldo Alvarez.

Figueirense Futebol Clube

Thiago Rodrigues; Dudu (Juliano), Bruno Alves, Leandro Almeida e Iago (Renan Mota); Zé Antônio, Dudu Vieira e Jorge Henrique; Robinho (Índio), Luidy e Henan Técnico: Márcio Goiano