Futebol Profissional

Guarani goleia o Oeste e é campeão da Série A2

Bruno Mendes, Bruno Nazário, Rondinelly e Caíque marcaram na vitória por 4 a 0

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 07/04/2018, às 22:59.

…

Há 37 anos entalado na garganta do torcedor Bugrino, o grito de é campeão finalmente saiu. Apoiado por mais de 17 mil pessoas, o Guarani recebeu o Oeste neste sábado no Brinco de Ouro, em duelo válido pela final do Campeonato Paulista da Série A2 e faturou o título da segunda divisão estadual com direito a goleada por 4 a 0. Bruno Mendes, Bruno Nazário, Rondinelly e Caíque marcaram os gols do Alviverde.

O título garante ao Bugre a vaga na Copa do Brasil de 2019 e também uma premiação de R$ 280 mil. A cerimônia de entrega da taça será realizada nesta segunda-feira (09), no Espaço das Américas, em São Paulo.

O Jogo

Com todo o elenco a disposição para a grande final, o técnico Umberto Louzer optou por manter o mesmo time que atuou na maioria da competição. O Bugre iniciou o jogo com: Bruno Brigido; Lenon, Philipe Maia, Fernando Lombardi e Marcílio; Baraka, Ricardinho, Bruno Nazário, Rondinelly  e Erik; Bruno Mendes.

Apesar da proposta ofensiva, o Guarani começou a primeira etapa estudando o Oeste. Com maior posse de bola, o Bugre ditou o ritmo da partida nos primeiros minutos a fim de encontrar meios para furar a defesa do adversário. A primeira chance surgiu aos 14′. Bruno Nazário fez boa jogada na linha de fundo e cruzou para trás. Betinho cortou antes de Bruno Mendes completar para o gol.

Se não deu na primeira, foi na segunda. Aos 17′, Rondinelly lançou para Erik, o atacante tocou para Marcílio e o lateral cruzou para Bruno Mendes, de letra, abrir o marcador no Brinco de Ouro. O gol deu a tranquilidade necessária para o Bugre recuar as linhas e explorar os contra-ataques. Porém, a estratégia quase pegou o Alviverde de surpresa, não fosse a atuação de Bruno Brígido.

Aos 32′, Rapahel Luz aproveitou o bate-rebate dentro da área, girou e chutou para boa intervenção de Bruno. O goleiro do Bugre, aliás, foi o destaque da reta final do primeiro tempo e garantiu o Bugre na frente do marcador em mais dois lances. A0s 39′, após bola alçada na área, Bruno espalmou, Marcinho aproveitou o rebote e o goleiro completou. Aos 40′, Brígido apareceu novamente para evitar o gol de Rapahel Luz. Aos 44′, o arqueiro contou com a sorte pois Bruno Lopes errou o alvo.

A segunda etapa começou muito mais movimentada. Logo de cara, o Bugre teve duas chances para ampliar o marcador. Aos 3′, Nazário cobrou falta, a zaga cortou parcialmente e Ricardinho chutou para fora. Aos 6′, o volante apareceu novamente. Rondinelly cobrou falta e Ricardinho cabeceou por cima do gol de William Menezes.

O Oeste, por sua vez, também chegou com perigo. Aos 7′, Bruno Lopes ajeitou de cabeça e Raphael Luz chutou à esquerda de Bruno Brígido. Quando teve chance o Rubrão não marcou. O Bugre, entretanto, retomou as ações da partida e foi letal. Aos 20′, Bruno Nazário fez linda jogada individual, driblou a marcação e chutou firme no canto baixo esquerdo de William Menezes para fazer o segundo do Bugre.

O Oeste sentiu o gol e recuou suas linhas. Aos 30′, Betinho e Leandro Amaro bateram cabeça, a bola sobrou para Rondinelly, o meia avançou e tocou por cima de William Menezes. Os mais de 17 mil presentes no Brinco de Ouro explodiram em emoção e soltaram o grito de campeão que estava há 37 anos engasgado na gargante. Ainda houve tempo de Caíque balançar as redes. Aos 43′, o ataque que entrou no lugar Bruno Nazário, recebeu cruzamento de Lenon e testou firme sem chances para William Menezes.

 

Ficha Técnica

Guarani Futebol Clube x Oeste Futebol Clube
Estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Arbitragem: Flávio Rodrigues de Souza, Herman Brumel Vani e Vitor Carmona Metestaine
Gols:Bruno Mendes,Bruno Nazário, Rondinelly e Caíque
Cartões Amarelos –  Erik (Guarani); Raphael Luz (Oeste)
Cartão vermelho –
Público e Renda: 17.071 pessoas – R$ 237.491,00.

Bruno Brigido; Lenon, Philipe Maia, Fernando Lombardi e Marcílio; Baraka, Ricardinho, Bruno Nazário (Caíque), Rondinelly (Denner)  e Erik; Bruno Mendes (Bruno Mendes)  – Técnico: Umberto Louzer

Oeste Futebol Clube

William Menezes; William Cordeiro, Betinho, Leandro Amaro (Daniel Farias) e Conrado; Lídio, Wallace Bonilha (Nicolas Careca) e Marcinho; Raphael Luz (Marion), Bruno Lopes e Pedrinho. Técnico: Roberto Cavalo.