Futebol Profissional

Guarani encerra Campeonato de cabeça erguida

O torcedor vibrou. Fumagalli marcou 3 gols, mas o Guarani encerrou a competição mais cedo.

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 28/09/2015, às 12:54. Atualizado em 31/12/2015 às 12:57.

…

Mais de 8 mil torcedores assistiram e vibraram junto ao Bugre em uma das mais belas partidas protagonizadas durante o Campeonato Brasileiro da Série C 2015. A raça e a união levaram o time alviverde a alcançar uma grandiosa vitória, aplicando 5 gols no adversário Caxias.

No entanto, mais uma vez, a sorte não caminhou ao lado do Guarani, passou bem longe. Necessitando não só de uma goleada, mas também do tropeço de outros times, o futebol exibido às 16h no Brinco de Ouro não foi suficiente para garantir a classificação do Bugre, que, infelizmente, deu adeus ao Campeonato. Uma despedida digna de aplausos. Repetindo a dose feita diante do Batatais, pelo Campeonato Paulista 2015, Fumagalli não perdoou, encarnou o menino de 18 anos e com muita experiência, mandou para o fundo do gol três vezes.

Pela esquerda, Denis Neves recebeu, levou para linha de fundo e em cruzamento perfeito, Fumagalli cabeceou abrindo o placar aos 25\’. Na sequência, Watson ganhou no campo de ataque e pela direita, driblou, ajeitou e chutou em direção à meta do goleiro Pablo, que, diante da confusão na boca do gol, não conseguiu fazer a defesa, deixando que o jogador gaúcho ampliasse para o Guarani em gol contra.

Para etapa complementar, a primeira alteração de Pintado foi sacar Clementino para entrada de João Vittor com a camisa 21. Tanto ele como Watson marcaram presença. O camisa 7 dominou pela diagonal e de perna esquerda, mandou uma bomba para o gol e Pablo teve que protagonizar uma ótima defesa em dois momentos. Anderson Cavalo também arriscou ao ficar cara a cara com o goleiro. Numa rasteira, chutou firme e Pablo, mais uma vez, desencantou a bela jogada do artilheiro.

Quase dentro da grande área, Cavalo foi aterrado pelo jogador adversário. Na cobrança de falta, Fumagalli fez um cruzamento venenoso e a bola preferiu a careca de Gladstone, que cabeceou milimetricamente para o fundo do gol. O zagueiro marcou o terceiro do Bugre e o primeiro com a camisa alviverde. Em resposta, o Caxias diminuiu em gol de falta. Pegorari se esticou ao máximo mas Douglas Packer mandou a bomba no canto alto superior.

Os minutos finais foram de muita intensidade para o torcedor bugrino, que não parou um minuto nas arquibancadas. João Henrique, que havia entrado no lugar de Allan Dias, tomou um rabo por baixo, marcando pênalti para o Bugre. O camisa 10 foi para cobrança e sem muito esforço, balançou a rede. O Caxias ousou e marcou mais dois seguidos para infelicidade do Guarani, que terminou a partida glorioso. Em cobrança de falta, Fumagalli novamente fez bonito e marcou o quinto e último gol do Bugre. O torcedor sorriu, mas a sorte não foi ao encontro da Nação, que disse adeus ao Campeonato Brasileiro 2015.