Futebol Profissional

Guarani empata com o Ceará e conquista ponto importante fora de casa

O Bugre volta a campo no próximo sábado, 11, às 19h30, diante do CRB

Por Gabriel Ferrari
Publicado em 08/11/2017, às 00:37.

…

O Bugre sentiu o gosto da vitória na noite desta terça-feira (08) diante do Ceará, na Arena Castelão, em Fortaleza, em duelo válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B mas deixou escapar por entre os dedos. O alviverde apresentou um futebol muito equilibrado e apesar de ficar à frente no marcador não conseguiu manter o resultado e empatou em 2 a 2. Rafael Pereira fez o primeiro do Ceará, Nazário, de pênalti, empatou, Jussani, de cabeça, virou mas  Magno Alves empatou novamente e deu números finais ao confronto.

Com o resultado o Bugre permanece na 15ª colocação com 40 pontos ganhos com diferença nos critérios de desempate para o Luverdense –  primeiro na zona de rebaixamento. O Guarani volta a campo no próximo sábado (11), às 19h, no Brinco de Ouro, contra o CRB.

O Jogo

Praticamente sem treinar, o Guarani deslocou-se até Fortaleza para enfrentar o Ceará, na noite desta terça-feira (08), na Arena Castelão. O técnico Lisca surpreendeu na escalação e modificou três peças em relação à derrota para o América-MG. Jussani retornou a zaga, Páscoa ganhou a vaga de Betinho e Luiz Fernando substituiu Fumagalli. O Bugre iniciou a partida com: Leandro Santos; Lenon, Jussani, Rocha e Salomão; Baraka, Páscoa, Nazário, Luiz Fernando e Richarlyson; Caíque.

A partida começou com o Ceará assustando mas o Bugre demonstrava equilíbrio. A primeira chegada do vovô aconteceu aos 5′. Leandro Carvalho escapou pela direita e chutou com perigo ao gol de Leandro Santos. O Guarani matinha postura defensiva e estudava o adversário. Porém foi surpreendido no segundo ataque dos donos da casa. Aos 14′, Ricardinho cobrou falta lateral e Rafael Pereira antecipou a zaga para abrir o marcador.

O gol não abateu a equipe Bugrina e o empate aconteceu logo em seguida. Aos 19′, Richarlyson cruzou, Jussani cabeceou e Romário tocou com a mão na bola. Pênalti. Na cobrança, Bruno Nazário deslocou Éverson e empatou. O gol deu moral ao Guarani e a partida ganhou em emoção e qualidade. Aos 22′, Pedro Ken arriscou de longe mas bola saiu desviada. Richarlyson respondeu aos 24′, após ótimo chute de longe.

O Guarani arriscava-se e levava perigo quando chegava ao campo de ataque. Aos 34′, Nazário tentou de longe e obrigou Éverson espalmar para escanteio. O ótimo volume de jogo e o equilíbrio defensivo mostrava que o Bugre era superior, entretanto encerrou o primeiro tempo apenas com o empate.

A segunda etapa começou lenta mas ganhou em emoção com o passar do tempo. O Ceará começou atacando. Aos 11′, Richardson aproveitou rebote da defesa e quase ampliou com um lindo sem-pulo. Aos 14′, começou brilhar a estrela de Leandro Santos. Ricardinho cobrou falta e o goleiro espalmou. Aos 17′, foi a vez de Leandro Carvalho. O atacante infiltrou na defesa Bugrina, chutou forte e exigiu outra linda intervenção.

A válvula de escape do Bugre eram os contra-ataques. Aos 18′, Richarlyson cruzou da esquerda, Caíque antecipou Rafael Pereira mas errou o alvo. O técnico Lisca percebeu a queda de ritmo do Bugre e promoveu as entradas de Betinho e Kevin para fortalecer o setor de meio-campo.  O comandante obteve boa resposta e aos 27′, o Bugre virou. Betinho arriscou de longe e Éverson colocou para escanteio. Na cobrança, Kevin colocou na cabeça de Jussani e o zagueiro testou firme para fazer o segundo do Bugre.

O roteiro parecia escrito e o tabu parecia estar sendo quebrado após 43 anos sem vencer no Castelão. Mas a vitória escapou por entre os dedos. Aos 30′, Lisca reclamou de falta e foi expulso por Marielson Alves. Aos 34′, em sua primeira jogada, Magno Alves empatou. O gol foi como uma ducha de água fria. Não bastasse o empate, Bruno Nazário reclamou com a arbitragem, foi expulso e desfalcará o Bugre diante do CRB, no próximo sábado (11), ás 19h, no Brinco de Ouro.

Ficha Técnica

Ceará Sporting Club x Guarani Futebol Clube
Estádio Governador Plácido Castelo, em Fortaleza

Arbitragem: Marielson Alves Silva (BA), Marcos Welb Rocha de Amorim (BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (BA)

Gols:
Cartões Amarelos: Ceará: Pio, Richardson e Pedro Ken – Guarani: Willian Rocha, Páscoa, Betinho, Luiz Fernando e Bruno Nazário
Cartão Vermelho: Bruno Nazário
Público e Renda:  31.232 – R$ 706.807,00

Ceará Sporting Club

Éverson; Richardson, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Romário; Raul, Pedro Ken (Roberto) e Ricardinho; Lima, Elton (Arthur) e Leandro Carvalho (Magno Alves) – Técnico: Marcelo Chamusca.

 Guarani Futebol Clube

Leandro Santos; Lenon, Ewerton Páscoa (Betinho), Willian Rocha e Salomão; Baraka, Betinho, Richarlyson (Evandro) , Fumagalli e Bruno Nazário; Caíque (Kevin). – Técnico: Lisca