Futebol Profissional

Guarani é superado pelo América Mineiro

O Bugre volta a campo na terça-feira (07), às 21h30, contra o Ceará

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 04/11/2017, às 19:29.

…

Após o ótimo futebol apresentado no empate, em 1 a 1, diante do Goiás, no último sábado (28), em Goiânia, o Guarani recebeu o América Mineiro, no Brinco de Ouro, na tarde deste sábado (04), em duelo válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B com a missão de vencer para se distanciar da zona do rebaixamento. Apesar do ótimo volume de jogo e das chances criadas o Bugre perdeu por 1 a 0. Bill anotou o único gol da partida.

Com a derrota o alviverde ocupa a 15ª colocação com 39 pontos ganhos e volta a campo na próximo terça-feira (07), às 21h30, diante do Ceará, no Castelão, em partida válida pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O Jogo

Após a bom futebol apresentado diante do Goiás, no último sábado (28), atuando fora de casa, o técnico Lisca optou por manter a base da equipe. Sem Diego Jussani suspenso o comandante promoveu a entrada de Willian Rocha na zaga e voltou com Betinho, após cumprir suspensão, na vaga de Pablo. O Guarani iniciou a partida com: Leandro Santos; Lenon, Ewerton Páscoa, Willian Rocha e Salomão; Baraka, Betinho, Richarlyson, Fumagalli e Bruno Nazário; Caíque.

O Bugre começou estudando o América e criou a primeira oportunidade aos 4′. Salomão tocou em profundidade para Fumagalli mas a bola acabou encontrando Caíque: o atacante girou e chutou em cima da marcação. Aos 7′, Fumagalli cobrou falta e a bola passou tirando tinta da trave de Fernando Leal. O América respondeu aos 14′ e teve êxito. Bill antecipou-se a marcação e abriu o placar.

Atrás no marcador, o Bugre saiu em busca do empate. Aos 17′, Caíque fez grande jogada individual mas parou no travessão do time mineiro. Aos 29′, Salomão cruzou da esquerda e Fumagalli cabeceou firme exigindo grande defesa do goleiro adversário. O empate quase saiu aos 33′, Rocha se antecipou à marcação mas cabeceou por cima do gol. O América voltou atacar aos 39′. Bill aproveitou o rebote e de fora da área chutou muito perto do gol de Leandro Santos. Apesar do bom volume de jogo o Bugre não conseguiu empatar e foi ao vestiário atrás no placar.

Para tentar mudar o poderio de ataque do alviverde Lisca promoveu a entrada de Elias na vaga de Richarlyson. A primeira chance da segunda etapa aconteceu aos 4′. Caíque fez boa jogada individual, cruzou para trás mas a zaga mineira afastou. Aos 11′, mais uma oportunidade. Nazário cruzou da direita e Fumagalli cabeceou para fora. O Bugre era melhor, criava boas oportunidades e o gol parecia questão de tempo.

Lisca, ciente do bom momento, tirou Betinho e colocou Luiz Fernando. Aos 15′, em sua primeira participação, o meia quase empatou após cruzamento de Lenon, mas Messias salvou em cima da linha. Aos 16′, Salomão fez boa jogada, ganhou na dividida de Christian, cruzou para Fumagalli mas o meia desperdiçou. Em busca do empate, Lisca colocou Bruno Mendes na vaga do camisa 10.

O América apostava nos contra-ataques e assustou aos 32′. Bill ajeitou e Juninho chutou para boa defesa de Leandro Santos. O Guarani chegou novamente com Nazário. Aos 34′, o meia arriscou de longe mas Fernando Leal defendeu. Apesar do ímpeto o Bugre não conseguiu furar o bloqueia americano e foi superado dentro de casa.

 

Ficha Técnica

Guarani Futebol Clube x América Futebol Clube
Estádio Brinco de Ouro, em Campinas

Arbitragem: Rodrigo Batista Raposo (DF), José Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Ciro Chaban Junqueira (DF)

Gols: América: Bill, aos 14′ do 1º T –
Cartões Amarelos: América: Christian, Giovanni – Guarani: Baraka
Cartão Vermelho:
Público e Renda:

 Guarani Futebol Clube

Leandro Santos; Lenon, Ewerton Páscoa, Willian Rocha e Salomão; Baraka, Betinho (Luiz Fernando), Richarlyson (Elias), Fumagalli (Bruno Mendes) e Bruno Nazário; Caíque. – Técnico: Lisca

 

América Futebol Clube

Fernando Leal; Christian (Willian), Rafael Lima, Messias e Giovanni; Ernandes, Neto Moura (Juninho) e Renan Oliveira (Zé Ricardo); FelipeAmorim, Gerson Magrão e Bill – Técnico: Enderson Moreira