Futebol Profissional

Guarani é derrotado em Goiás

Diego Jussani foi o autor do único gol do Bugre

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 03/06/2017, às 19:01.

…

O Guarani conheceu sua segunda derrota no Campeonato Brasileiro da Série B. Na tarde deste sábado (03), o Bugre foi até Goiânia para enfrentar o Vila Nova, pela 4ª rodada da Segunda Divisão Nacional e foi derrotado pelo placar de 3 a 1. Mateus Anderson, Wesley Matos e Geovane fizeram os gols do Vila Nova e  Diego Jussani fez o único gol do Bugre na partida.

Sem muito tempo para descansar, a equipe alviverde voltará a campo na próxima terça-feira (06), às 19h15, para enfrentar o Boa Esporte, no Brinco de Ouro. A partida marca o fim da punição do STJD ao Bugre e os torcedores poderão acompanhar a partida normalmente das arquibancadas do estádio.

O Jogo

O Guarani teve praticamente mais de uma semana para se preparar para a partida contra o Vila Nova, em Goiás, neste sábado (03). Pela primeira vez na competição o técnico Vadão pôde repetir a equipe e o Bugre iniciou a partida com: Leandro Santos ; Lenon, Genilson, Jussani e Salomão; Evandro, Auremir, Bruno Nazário,  Fumagalli  e Claudinho; Eliandro.

O Guarani começou sonolento e demorou para encaixar seu jogo. A primeira boa oportunidade foi criada pelo Vila Nova, aos 15′, Alipio escapou da marcação, tabelou com Mateus Anderson e carimbou o travessão de Leandro Santos. O Vila sentiu o bom momento e partiu para cima do Bugre. Aos 17′, Alan Mineiro recebeu, girou em cima da marcação e chutou com perigo ao gol de Leandro.

O Guarani tinha dificuldade em sair para o campo de ataque e sofria com as investidas do adversário. Aos 20′, a zaga Bugrina saiu jogando errado e Wallyson chutou para boa defesa do goleiro do Bugre. Sem conseguir chegar dentro da área para finalizar, Lenon resolveu arriscar de fora e quase surpreendeu o goleiro Elisson, aos 24′.

Sob o forte calor de Goiás, o árbitro Nielson Nogueira Dias paralisou a partida para que as equipes pudessem se hidratar. A pausa fez bem ao Bugre que criou duas boas chances em seguida. Aos 32′, Bruno Nazário lançou para Eliandro, o atacante driblou o goleiro mas chutou em cima da marcação. Aos 35′, Fumagalli cobrou falta da direita, Genilson subiu sozinho e cabeceou para belíssima defesa de Elisson.

As chances desperdiçadas custaram caro ao Bugre. Aos 42′, Geovane tocou para Mateus Anderson, o meia acertou um bonito chute e abriu o marcador. O Guarani não teve tempo para respirar e tomou o segundo, aos 47′. Após escanteio, Wesley Matos cabeceou sozinho e ampliou.

Em desvantagem o técnico Vadão voltou com duas alterações para a segunda etapa. Claudinho e Fumagalli deixaram o time para a entrada de Juninho e Edinho. Apesar da tentativa de mudança, foi o Vila Nova quem teve maior felicidade. Aos 7′, Geovane arriscou de longe e acertou o alvo para fazer o terceiro. O gol fez com que o Bugre se lançasse ao ataque para diminuir.

Aos 11′, Bruno Nazário tocou para Eliandro, o atacante invadiu a área e chutou cruzado assustando o goleiro adversário. Aos 16, Edinho roubou a bola, saiu de frente para o gol mas chutou para fora. O Guarani se lançava ao ataque mas dava campo para o adversário contra-atacar. Aos 27′, Alan Mineiro chutou mais uma vez de fora da área e levou perigo. Apesar do perigo o Guarani era superior e o gol era questão de tempo.  Aos 30′, Bruno Nazário cobrou escanteio pela direita, Caíque desviou no primeiro pau e Diego Jussani completou para o gol.

O Bugre buscou o empate até o fim da partida mas não conseguiu chegar ao gol. A derrota em Goiás é a segunda na competição e o Bugre tenta a reabilitação na próxima terça-feira (06), contra o Boa Esporte, às 19h15, no Brinco de Ouro.

Ficha Técnica

Vila Nova Futebol Clube x Guarani Futebol Clube
Estádio Serra Dourada, em Goiânia

Arbitragem: Nielson Nogueira Dias, Bruno Cesar Chaves Vieira, Francisco Chaves Bezerra Jr e Osimar Moreira da Silva Jr.

Gols: Mateus Anderson, aos 42′ do 1º T, Wesley Matos, aos 47 do 1º T, Geovane, aos 7 do 2º T e Diego Jussani, aos 30′ do 2º T
Cartões Amarelos: Claudinho, Gaston Filgueira
Cartão Vermelho:
Público e Renda: 2,718 – R$ 26.310,00

Vila Nova Futebol Clube

Elisson; Maguinho, Wesley Matos, Brunão e Gastón Filgueira; Jajá (PH) Geovane, Alan Mineiro e Alípio (Heitor); Mateus Anderson e Wallyson (Marcos Paulo) Técnico: Hemerson Maria

Guarani Futebol Clube

Leandro Santos ; Lenon, Genilson, Jussani e Salomão; Evandro, Auremir, Bruno Nazário,  Fumagalli (Juninho) e Claudinho (Edinho); Eliandro (Caíque) Técnico: Oswaldo Alvarez.