Futebol Profissional

Guarani comemora 38 anos do título brasileiro

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 13/08/2016, às 10:21. Atualizado em 22/08/2016 às 14:19.

…

Neste sábado, o Guarani Futebol Clube tem a honra de comemorar 38 anos do título no Campeonato Brasileiro. A vitória por 1 a 0 diante do Palmeiras em 13 de agosto de 1978, assegura até hoje para a equipe campineira ser o único campeão do interior do país!

Careca, Zenon e Bozó foram alguns dos integrantes do incrível Guarani de 78, esse último, o ponta esquerda e xodó da torcida, ainda vive a rotina do Brinco de Ouro integrando a comissão técnica do time profissional. Para Bozó, aquela final nunca saiu da memória “não dá pra esquecer a emoção daquela final, lembro como se fosse hoje a comemoração do gol e a torcida enlouquecida.”

Desacreditado entre os grandes da capital e pela própria mídia, o time comandado pelo jovem técnico Carlos Alberto da Silva, surpreendeu em uma mescla de jovens promessas e experientes, foram 32 partidas divididas entre 74 equipes. O entrosamento foi construído ao longo do campeonato, e em certo momento a linha de frente tornou-se imbatível.

Renato campeão de 78, atua como treinador da equipe sub-20. Créditos: Rodrigo Villalba

Renato Morungaba, ou “Pé Murcho” como era conhecido na época, formava o meio de campo com Manguinha, e atualmente passa repassa sua experiência, como técnico da equipe sub-20, “a conquista com o Guarani foi emocionante e abriu portas em minha carreira, foi com este título que realizei o sonho de disputar uma libertadores e também a convocação para a seleção, é inesquecível”, contou Renato.

Pelas partidas da final, o Guarani, acompanhado da torcida, superou o Palmeiras fora e dentro de casa. Mas foi nas arquibancadas do Brinco de Ouro, que o gol de Careca aos 36 do primeiro tempo encantou mais 26 mil torcedores que vestiam o manto bugrino e cantavam não só a vitória, mas sim, a maior conquista de todos os anos.

 

44x5h2hwntsa4cvr3ljbp7p7w
Em pé: Miranda, Zé Carlos, Mauro, Neneca, Edson e Gomes Abaixados: Capitão, Renato, Careca, Zenon e Bozó.

Ficha Técnica (final)

1ª partida

Palmeiras 0 x 1 Guarani

10/08/78 – Estádio do Morumbi, São Paulo-SP

Gol: Zenon 30’2t (Guarani)

PALMEIRAS: Leão; Rosemiro, Alfredo, Marinho (Zé Mário) e Pedrinho; Jair Gonçalves, Toninho Vanusa e Jorge Mendonça; Sílvio (Escurinho), Toninho e Nei. Téc.: Jorge Vieira.
GUARANI: Neneca; Mauro, Gomes, Édson e Miranda; Zé Carlos, Zenon e Renato; Capitão, Careca e Bozó (Adriano). Téc.: Carlos Alberto Silva.

 

2ª partida

Guarani 1 x 0 Palmeiras 

13/08/78 – Estádio Brinco de Ouro da Princesa, Campinas-SP

Gol: Careca 36’1t (Guarani)

GUARANI: Neneca; Mauro, Gomes, Édson e Miranda; Zé Carlos, Manguinha e Renato; Capitão, Careca e Bozó. Tec.: Carlos Alberto Silva
PALMEIRAS: Gilmar; Rosemiro, Beto Fuscão (Jair Gonçalves), Alfredo e Pedrinho; Ivo, Toninho Vanusa e Jorge Mendonça; Silvio, Escurinho e Nei. Tec.: Jorge Vieira