Futebol Profissional

Fumagalli está pronto para a nona temporada com a camisa bugrina

Ídolo da torcida considerou positiva a preparação do Bugre

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 15/01/2018, às 13:51.

…

Um dos principais líderes do elenco, ídolo da torcida Bugrina, Fumagalli iniciará na próxima quarta-feira (17), diante do Oeste, em duelo válido pela primeira rodada do Campeonato Paulista da Série A2, sua nona temporada com a camisa do Alviverde. Na manhã desta segunda-feira (15), o meia concedeu entrevista coletiva após o treinamento desta manhã, fez um balanço da pré-temporada e projetou o estadual deste ano.

“Mais uma estreia minha, mais uma estreia com o Guarani. Nós iniciamos um trabalho bom com o Diniz e o Umberto finalizou a preparação de forma positiva. Nós trabalhamos bastante no Duas Marias, em Valinhos e os jogos-treino serviu para sentirmos o que poderíamos melhorar e corrigir. Contra o Bragantino erramos bastante até em função da parte física. Já contra o São Caetano nós estávamos mais solto, o Umberto corrigiu, melhorou o posicionamento e conseguimos fazer um bom jogo com um time bastante consistente defensiva e ofensivamente. Agora estamos ansiosos para a estreia e confiante que vamos começar com o pé direito”, analisou.

Fumagalli é uma das referências em estreias pelo Bugre: “É um retrospecto positivo. Espero melhorar e começar bem. Mas mais do que isso o importante é começar com vitória, jogando bem, propondo o jogo, tendo a cara do Guarani com uma equipe que marca e impõe seu jogo. Espero que possa ser feliz em mais uma estreia e ajudar meus companheiros”, disse.

O meia afirmou que o Bugre entra como favorito na A2: “O Guarani é favorito. Não tem como começar uma competição do nível da A2 e não colocar o Guarani como favorito. Eu acredito que é assim que todas as outras equipes vêem. Todas as equipes jogam diferente contra nós. Cabe a nós jogarmos para competir e vencer na qualidade técnica. Espero que possa ser assim para que no final alcançar o tão sonhado acesso”, explicou.

Por fim, o meia aprovou a manutenção da base do ano passado: “Acho que é importante manter a base pelo entrosamento. Apesar de mudar o comando e a filosofia, as características nós já conhecemos. O pessoal que vai chegando vai encaixando e a tendência é começar bem como foi no ano passado e terminar bem”, completou.

Confira o áudio da coletiva