Futebol Profissional

Fora de casa, Guarani vence o Sampaio Corrêa e encosta no G4

Matheus Oliveira e Bruno Xavier marcaram na vitória por 2 a 0 sobre a Bolívia Querida

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 18/08/2018, às 21:40.

…

Com um futebol ofensivo e de muita criatividade, o Guarani foi até São Luís, no Maranhão, enfrentar o Sampaio Corrêa, na noite deste sábado (18), pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com gols de Matheus Oliveira e Bruno Xavier, o Bugre venceu o dono da casa por 2 a 0 e reabilitou-se na competição.

Com o resultado, o Alviverde subiu para a sétima colocação e chegou aos 32 pontos. O Alviverde conseguiu também sua quarta vitória fora de casa nos últimos seis jogos e finalizou, após seis partidas, um jogo sem tomar gol. O próximo compromisso é na terça (21), às 21h30, contra o Atlético-GO, no Brinco de Ouro.

O Jogo

Sem Denner, lesionado, e Ricardinho suspenso, o Guarani enfrentou o Sampaio Corrêa com quatro novidades. Umberto Louzer promoveu as entradas de Agenor, no lugar de Oliveira, Fabrício formou dupla de zaga com Philipe Maia, Fabrício Bigode substituiu Ricardinho, Jefferson Nem ganhou o lugar de Felipe Rodrigues e Marcão entrou na vaga de Bruno Mendes. O Guarani iniciou a partida com: Agenor; Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Pará; Willian Oliveira e Fabrício Bigode; Matheus Oliveira, Rafael Longuine e Jefferson Nem; Marcão.

Primeiro Tempo

O Guarani dominou as ações na primeira etapa e apresentou um futebol muito consistente. Nos primeiros quinze minutos, o Alviverde deu as cartas, acelerou o jogo e causou muito incômodo para a defesa do time maranhense. Aos 3′, Matheus Oliveira arrisca da intermediária e a bola saiu à esquerda de Busatto. Aos 12′, Willian Oliveira também tentou de longe e a bola saiu.

Após as tentativas de longe, o Bugre abriu o marcador. Fabrício Bigode lançou para Pará, o lateral cruzou, a bola passou por todo mundo e sobrou para Matheus Oliveira. O meia caprichou na finalização e fez o primeiro. O gol fez com que o Sampaio tentasse o gol de empate e o Bugre recuou para tentar ampliar no contra-ataque. Aos 18′, Alison recebeu na entrada da área, chutou forte e a bola passou à esquerda de Agenor.

Aos 19′, o Guarani teve oportunidade de ampliar, mas Longuine chutou em cima do goleiro. Diante de um cenário favorável e sem ser incomodado, o Alviverde optou por cadenciar a partida. Porém, o Sampaio quase empatou aos 40′. Bruno Moura recebeu cruzamento de Bruninho e cabeceou para fora. Aos 44′, entretanto, o jogo ficou ainda mais controlado. William Oliveira tomou o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Segundo Tempo

A segunda etapa começou na mesma intensidade que o primeiro tempo. Logo no primeiro minuto, Marcão recebeu de Longuine e chutou na rede pelo lado de fora. Com maior posse, o Bugre conseguiu rodar a bola e envolver o adversário. Aos 17′, Rafael Longuine fez boa jogada, enfiou para Matheus Oliveira, o meia driblou a marcação e chutou tirando tinta da trave.

O Bugre, porém, repetiu a mesma postura. Retraiu-se e optou pelo contra ataque. Aos 30′, Jocinei quase empatou. O meia bateu falta e acertou a trave de Agenor. O Alviverde manteve-se focado e conseguiu, aos 38′, ampliar o marcador. Bruno Xavier – que entrou na vaga de Jefferson Nem -, roubou a bola, arrancou e chutou forte para fazer o segundo.

Ficha Técnica

Sampaio Correa Futebol Clube x Guarani Futebol Clube
Estádio Castelão – São Luís – MA
Arbitragem: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI), Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Ailton Farias da Silva (SE)
Gols: Matheus Oliveira e Bruno Xavier
Cartões Amarelos: Willian Oliveira, Rafael Longuine e Philipe Maia (Guarani) – Diego Silva, Willian Oliveira, Alison, Maracás e Rogério (Sampaio Corrêa).
Cartão vermelho: Willian Oliveira (Sampaio Corrêa).
Público e Renda: 4.830 – R$ 37.315,00

Sampaio Correa Futebol Clube

Busatto; Bruno Moura, Rogério, Maracás e Julinho; Willian Oliveira e Diego Silva; João Paulo (Misael), Matheusinho (Jocinei) e Bruninho; Alison (Uilliam). Técnico: Paulo Roberto Santos.

Agenor; Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Pará; Willian Oliveira e Fabrício Bigode; Matheus Oliveira (Rondinelly), Rafael Longuine e Jefferson Nem (Bruno Xavier); Marcão (Bruno Mendes). Técnico: Umberto Louzer.