Futebol Profissional

Fora de casa, Bugre sofre derrota para o Operário

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 20/08/2019, às 22:32. Atualizado em 21/08/2019 às 10:47.

…

Na noite desta terça-feira (20), o Guarani entrou em campo pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e foi derrotado por 1 a 0 pelo Operário, no estádio Germano Kruger. 
Pela primeira vez, o técnico Roberto Fonseca repetiu a escalação no comando do Bugre. O treinador mandou a seguinte equipe a campo: Kléver, Bruno Souza, Ferreira, Luiz Gustavo e Thallyson; Deivid e Ricardinho; Bady, Vitor Feijão, Davó; Michel Douglas. 

O JOGO

No primeiro minuto de jogo o Bugre teve a oportunidade de sair na frente. Vitor Feijão aproveitou a bola na área e bateu em cima do goleiro, que mandou para escanteio, mas a arbitragem marcou tiro de meta. O Guarani chegou a criar mais chances na partida, mas não soube aproveitar. Aos 19 minutos, o time mandante saiu em contra-ataque e abriu o placar. Felipe Augusto tocou para Cleyton, que chutou para o gol e marcou o único gol da partida.

A segunda etapa começou sem muitas chances e o Operário ficou com um a menos aos 13′, quando Lázaro foi expulso. O zagueiro fez falta em Vitor Feijão e, como era o último homem, acabou levando o cartão vermelho.

Com o resultado, o Guarani permanece na 20ª colocação, com 13 pontos. Na próxima rodada, o Bugre volta a campo no domingo (25), contra o América-MG, na Arena Independência, às 11h.

FICHA TÉCNICA:

Local: Germano Kruger, Ponta Grossa (PR)
Árbitro: Douglas Schwengber da Silva (RS)
Assistentes: Michael Stanislau (RS) e Andre da Silva Bitencourt (RS)
Cartões amarelos: Allan Vieira, Cleyton (Operário) Luiz Gustavo, Thallyson, Deivid, Ricardinho (Guarani)
Cartão vermelho: Lázaro (Operário)
Público total: 4.656
Renda: R$: 52.155,00
Gols: Operário: Cleyton (19′ 1ºT)

OPERÁRIO-PR: André Luiz; Maílton, Lázaro, Rodrigo e Allan Vieira; Jardel (Chicão), Índio e Marcelo; Cleyton, Lucas Batatinha (Edson Borges) e Felipe Augusto (Cléo Silva). Técnico: Gerson Gusmão

GUARANI: Kléver; Bruno Souza, Luiz Gustavo, Ferreira e Thallyson; Deivid (Igor Henrique), Ricardinho e Bady (Eder Luis); Vitor Feijão (Marquinhos), Davó e Michel Douglas. Técnico: Roberto Fonseca

Foto: José Tramontin/OFEC