Futebol Profissional

Em Porto Alegre, Guarani é derrotado pelo Internacional

Bugre está garantido no Campeonato Brasileiro da Série B do próximo ano

Por Gabriel Ferrari
Publicado em 25/11/2017, às 19:47.

…

O Guarani encerrou 2017 com derrota para o Internacional, em Porto Alegre. Sem riscos de descenso à Série C, o Bugre foi até o Rio Grande do Sul, na tarde deste sábado (25), para enfrentar o Inter, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Apesar do bom futebol apresentado o alviverde foi superado pelo placar de 2 a o. Nico López fez os dois gols que garantiu a vitória dos donos da casa.

Com o resultado o Bugre termina o Campeonato Brasileiro da Série B na 16ª colocação com 44 pontos ganhos em 38 partidas disputadas. O próximo confronto do Bugre é pelo Campeonato Paulista da Série A2 de 2018, contra o Oeste, em Barueri, ainda com data indefinida.

O Jogo

O Guarani foi até Porto Alegre na tarde deste sábado para realizar sua última partida em 2017. Com muitas ausências, o Bugre foi a campo com um time alternativo. Leandro Santos e Betinho suspensos deram vaga a Vagner e Evandro. Lenon, Willian Rocha, Bruno Nazário e Caíque vetados pelo Departamento Médico foram substituídos por Bruno Souza, Philipe Maia, Denner e Bruno Mendes. Luiz Fernando ficou com o lugar de Fumagalli. O Bugre iniciou com: Vagner; Bruno Souza, Phillipe Maia, Diego Jussani e Salomão; Baraka, Evandro, Denner, Luiz Fernando e Richarlyson; Bruno Mendes.

O Bugre começou muito bem postado e equilibrando as ações com os donos da casa. A primeira boa chegada foi do Bugre. Aos 5′, Bruno Mendes puxou contra-ataque pela direita, cruzou para trás, mas Richarlyson desperdiçou grande oportunidade. O Internacional respondeu aos 8′, Camilo achou Nico López, o atacante dominou e chutou por cima do gol de Vagner.

Aos 9′, o goleiro Bugrino fez sua primeira intervenção. D’Alessandro cobrou escanteio pela esquerda, Vitor Cuesta subiu mais que todo mundo e cabeceou para boa defesa do arqueiro. Apesar do bom início de partida o Guarani foi surpreendido aos 16′. Em lance duvidoso, Nico Lopez aproveitou o cruzamento e abriu o marcador. O gol desestabilizou a equipe e o Colorado aproveitou para ampliar. Aos 25′, Nico chutou na saída de Vagner e fez o segundo.

No fim da primeira etapa o Bugre ainda tentou diminuir. Aos 43′, Denner cobrou falta mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. Aos 45′, foi a vez de Jussani. Denner cruzou, o zagueiro ganhou pelo alto mas errou o alvo na hora de cabecear.

O alviverde voltou apresentar bom futebol no segundo tempo. Logo no começo, aos 5′, Luiz Fernando recebeu pela esquerda, arriscou de perna esquerda e a bola explodiu no travessão de Danilo Fernandes. Aos 13′, foi a vez de Denner. O meia recebeu de Richarlyson e chutou forte para nova intervenção de Danilo. O  Bugre era melhor, aos 14′, Philipe Maia descontou mas o árbitro anulou.

Aos 23′, mais um lance duvidoso. Philipe Maia cometeu falta e Rodolfo Toski usou de muito rigor para expulsar o zagueiro Bugrino. A expulsão fez com que o Bugre se retraísse e perdesse seu poder de fogo em busca da virada. Satisfeito com o resultado, o Internacional manteve a posse de bola e levou pouco perigo ao gol de Vagner.

Ficha Técnica

Sport Club Internacional x Guarani Futebol Clube
Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques (PR/FIFA), Bruno Boschilia (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

Gols: Nico López, aos 16′ e aos 25′ – 1º T
Cartões Amarelos: Philipe Maia e Luiz Fernando – Vitor Cuesta, Rodrigo Dourado e D’Alessandro
Cartão Vermelho: Philipe Maia
Público e Renda:

Sport Club Internacional

Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Thales, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson, William Pottker (Juan), D’Alessandro e Camilo (Carlos); Nico López (Roberson) – Técnico: Odair Hellmann.

 Guarani Futebol Clube

Vagner; Bruno Souza, Phillipe Maia, Diego Jussani e Salomão; Baraka, Evandro, Denner (Gabriel Leite), Luiz Fernando (Vitor) e Richarlyson (Genilson); Bruno Mendes – Técnico: Lisca.