Futebol Profissional

Debaixo de chuva, Guarani empata com o Penapolense

Eliandro fez o de empate e o terceiro com a camisa do Bugre na A2

Por Gabriel Ferrari
Publicado em 19/03/2017, às 19:17.

…

Após vencer o Votuporanguense na última rodada do Campeonato Paulista da Série A2, o Guarani voltou a campo para enfrentar o Penapolenese, no Brinco de Ouro, na tarde deste domingo. A chuva forte atrapalhou o jogo e o Bugre ficou no empate em 1 a 1. Joilson marcou para o time de Penápolis e Eliandro, artilheiro do Bugre no Paulista, descontou.

Com o resultado, o Guarani permanece na oitava colocação com 16 pontos ganhos. O próximo confronto é quarta-feira (22), contra o Velo Clube, às 20h00, no Brinco de Ouro.

O Jogo

Após vencer o Votuporanguense, fora de casa, Mauricio Barbieri teve uma semana cheia para trabalhar a equipe para o confronto contra o Penapolense. Genilson suspenso deu lugar à Alef, Marcinho e Renato também deixaram a equipe para as entradas de Bruno Nazário e Uederson, com isso o Bugre foi a campo com: Luis Henrique; Lenon, Diego Jussani, Alef e Gilton; Auremir e Evandro; Bruno Nazário, Fumagalli e Uederson; Eliandro.

A tarde prometia ser de bom futebol. A semana de preparação havia sido excelente mas a forte chuva que caiu sobre Campinas devastou esse cenário. Nem mesmo a promoção de ingresso surtiu efeito. Os mais de 3 mil e 500 pagantes que estiveram no Brinco, viram o Penapolense começar assustando. Aos 2′, Crystian cruzou na cabeça de PV, que cabeceou na trave de Luis Henrique.

O Guarani tentou dar o troco. Aos 3′, Nazário tocou para Lenon, o lateral enfiou para Eliandro mas a zaga adversária chegou a tempo de cortar. A chuva prejudicou demais o Guarani. Uederson e Bruno Nazário que possuem que atuavam pelos lados, tinham dificuldades de criar com o campo molhado. O alviverde arriscava pouco e sofria com a marcação pesada do Penapolense.

A primeira boa chegada do Guarani aconteceu aos 36′.  Fumagalli bateu escanteio fechado e Samuel fez milagre para mandar para fora. O primeiro tempo sem muita emoção deu lugar às polêmicas, por diversas vezes jogadores do Bugre sofreram faltas e Adriano Assis Miranda mandou seguir. Sem conseguir chegar ao gol, o Bugre foi ao vestiário fazendo boa atuação e mandando na partida.

O segundo tempo parecia começar com a primeira etapa. Logo no primeiro minuto, Bruno Nazário deu dois chapéus, em sequência, e foi parado com falta para delírio da torcida no Brinco. Mas o lance foi isolado. Aos 3′, Gilton cometeu falta boba pelo lado esquerdo da defesa. Na cobrança, Joilson subiu mais alto que todo mundo e inaugurou o marcador, em Campinas.

O gol fez o Guarani acordar. Aos 4′, Auremir pegou rebote e soltou uma pancada para boa defesa de Samuel Pires. O Guarani tentou ensaiar uma pressão e quase deu certo. Aos 7′, Auremir arriscou de novo e a bola saiu tirando tinta da trave esquerda. Aos 8′, foi a vez de Bruno Nazário. O meia chutou de longe e obrigou Samuel espalmar para escanteio.

O Penapolense tentava sair mais estava encurralado. Para aproveitar o bom momento, Barbieri colocou Braian e Lorran nos lugares de Uederson e Nazário. Aos 20′, Samudio, que acabará de entrar quase marcou. O paraguaio recebeu e chutou firme para boa defesa de Samuel. De tanto martelar o Guarani empatou. Aos 26′, Eliandro recebeu bom passe, colocou entre as pernas do zagueiro, e bateu firme para o fundo do gol.

O gol de empate levou o Guarani ainda mais pra cima do adversário. Eliandro tabelou com Samudio e o paraguaio chutou firme assustando o goleiro do Penapolense. Com a pressão do Bugre, o time de Penápolis apelou para o anti-jogo. Samuel foi ao chão por diversas vezes causando a ira da torcida Bugrina. O castigo do Penapolense por pouco não veio no último minuto. Gilton arriscou de fora da área e carimbou o travessão de Samuel.

Com o resultado o Guarani permanece na oitava colocação com 16 pontos ganhos. O próximo confronto é contra o Velo Clube, quarta-feira (22), às 20h, no Brinco.

 

Ficha Técnica

Guarani Futebol Clube x Penapolense Atlético Clube
Estádio Brinco de Ouro, em Campinas

Arbitragem: Adriano Assis Miranda, Fabricio Porfirio de Moura, Luis Alexandre Nilsen e Luiz Carlos Ramos Jr.

Gols: Joilson, 2′, do 2ºT e Eliandro, 26′, do 2ºT.
Cartões Amarelos: PV, Guilherme, Samuel
Cartão Vermelho:

Público e Renda: 3.736 – R$ 36.528,00

 Guarani Futebol Clube

Luis Henrique; Lenon, Diego Jussani, Alef e Gilton; Auremir e Evandro; Bruno Nazário (Lorran), Fumagalli e Uederson (Braian Samudio) ; Eliandro. Técnico: Maurício Barbieri.

Penapolense Atlético Clube

Samuel; Crystian, Joilson, Guilherme e Léo Carvalho; PV, Carlinhos, Juliano (Paulo Victor) e André Cunha; Fio (Hygor) e Leandro Love (Gilvan).
Técnico: Edison Só