Futebol Profissional

Coordenador do Departamento Médico Bugrino é palestrante no IV Simpósio da Comissão Médica da CBF

O Dr. Raí Alves da Cruz apresentará sobre a Integração do Departamento Médico Profissional com as Categorias de Base

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 25/11/2018, às 09:00.

…

Na próxima segunda-feira (26), a Confederação Brasileira de Futebol realizará o IV Simpósio de Educação Continuada da Comissão Médica e de Combate à Dopagem. O Guarani Futebol Clube estará representado pelo coordenador do Departamento Médico Bugrino, Dr. Raí Alves da Cruz. O médico apresentará sobre a Integração do Departamento Médico Profissional com as Categorias de Base.

O evento é extremamente importante para a classe médica. Uma vez que os coordenadores dos Departamentos Médicos dos clubes do futebol do Brasil são convidados a dissertar sobre temas recorrentes. O encontro serve também como forma de troca de informações e aprimoramento teórico.

Pela campanha realizada no Campeonato Paulista da Série A2 e no Campeonato Brasileiro da Série B, no que diz respeito ao baixo índice de lesões e aproveitamento médico, o Alviverde recebeu o convite para expor sobre a integração do Departamento Médico Profissional e das Categorias de Base.

Neste ano, o DM Bugrino passou por uma completa reformulação. Coordenados pelo Dr. Raí Alves da Cruz, os profissionais – médicos e fisioterapeutas -, realizaram um trabalho integrado com as categorias de base, contendo muita troca de informação e integração diária. A ideia do médico é expor como foi realizado esse processo: “Queremos expor como foi possível realizar essa integração do Departamento Médico do profissional com o Departamento Médico das Categorias de Base. Como foi o caminho que encontramos para tornar isso viável e sobre a completa reformulação que foi realizada. Incluindo todas as ações pensadas e voltadas para essa melhor integração”, afirmou.

“É um convite maravilhoso. Fico muito feliz com a oportunidade de estar com vários expoentes da medicina esportiva do Brasil. Aos poucos, estamos colocando o Guarani na posição de destaque que ele sempre esteve também no âmbito médico”, explicou. “Isso é fruto do trabalho multidisciplinar realizado. Apesar da parte médica estar em destaque, passa também pela comissão técnica, pela fisioterapia, pela fisiologia, pela preparação física”, completou.

A divulgação precisa e a transparência chamaram atenção da entidade maior do futebol brasileiro:”Acredito que a forma que trabalhamos, divulgando sempre com muita transparência para a imprensa – através dos boletins médicos -, soou muito bem e despertou o interesse e a curiosidade da CBF para expormos isso aos demais clubes”, lembrou.

Os números apresentados pelo Departamento Médico do Bugre foi um dos principais atrativos para que a CBF realiza o convite: “É reflexo de um ano muito bom para o Departamento Médico. Os números são surpreendentes. Apenas vinte lesões no ano – sendo apenas nove musculares. É uma média muito abaixo dos últimos anos. Ficamos felizes pelo índice baixíssimo. Hoje estamos com cerca de uma lesão a cada trinta e sete dias. Isso é realmente muito fora da média. Por esses motivos fomos convidados e esperamos representar bem o Guarani”, finalizou.