Futebol Profissional

Com um a menos, Guarani empata em Rio Claro

Uederson foi expulso aos 33', do segundo tempo, após falta dura em Hudson

Por Gabriel Ferrari
Publicado em 05/03/2017, às 19:28.

…

Após a derrota para o Capivariano, em casa, na última rodada, o Guarani foi até Rio Claro enfrentar o líder do Campeonato Paulista da A2. O Bugre foi bem, saiu na frente do marcador mas não conseguiu sair com a vitória. Eliandro e Auremir marcaram no empate em 2 a 2. Com o resultado, o alviverde campineiro permanece em 9º lugar com 12 pontos ganhos.

O Jogo

Em relação a última partida, o técnico Mauricio Barbieri realizou apenas uma modificação. Tirou Braian e colocou Marcinho. O Bugre foi a campo com: Luis Henrique; Lenon, Genilson, Diego Jussani e Denis Neves; Evandro e Auremir; Bruno Nazário, Fumagalli e Marcinho; Uederson.

Apesar de líder da competição, o futebol apresentado pelo Rio Claro no começo da partida não fez jus à posição na tabela. A primeira chegada do time aconteceu aos 14′, Hudson avançou pela direita e arriscou; Finalização levou perigo mas saiu pela linha de fundo.

A partir da chegada do Rio Claro, o Guarani acordou e tomou o comando das ações na primeira etapa. Aos 17′, Marcinho carregou a bola da esquerda para o meio e chutou com perigo ao gol de Paulo Vitor. Aos 18′, mais Guarani. Denis Neves arriscou chute cruzado, a bola passou por toda grande área e ninguém chegou para completar.

As duas chegadas levou perigo e deu moral ao Bugre que chegou até ensaiar uma pressão. Aos 21′, Denis cobrou escanteio, Genilson cabeceou e a bola bateu na marcação. Aos 22′, Denis levantou na área novamente e Jussani quase abriu o marcador.

O Guarani era melhor e chegava com muito perigo. Aos 25′, Marcinho arriscou de canhota, de fora da área, e a bola saiu desviada, com muito perigo. Aos 26′, Fumagalli cobrou escanteio, Denis Neves pegou de primeira, no rebote, e Paulo Vitor fez milagre para defender.

A pressão não surtiu efeito e o Bugre não conseguiu abrir o marcador. Aos 30′, foi a vez do Rio Claro assustar. Moisés arriscou de fora e a bola passou tirando tinta do poste de Luis Henrique. A primeira etapa teve um Guarani superior, que não conseguiu aproveitar e balançar a rede, enquanto o Rio Claro dependia dos contra-ataques e bolas aéreas para chegar.

Precisando vencer para se reabilitar na competição, o Guarani voltou mais agressivo para a segunda etapa. Aos 6′, Lenon fez bom cruzamento e Fumagalli cabeceou com muito perigo. O jogo era muito truncado e não se via oportunidades de gols para ambos os lados. Muito disputada no setor de meio-campo a partida teve muitas faltas e Márcio Ribeiro de Souza distribuiu cartões. Aos 18′, a melhor oportunidade do Rio Claro. Hudson tabelou com Daniel Bueno e chutou firme. Luis Henrique, à queima-roupa, salvou o Guarani.

Precisando mudar a postura, Mauricio Barbieri tirou Marcinho e colocou Eliandro, que reestreou com a camisa do Guarani, após lesão. Logo na primeira jogada, o atacante meteu Bruno Nazário na cara do gol. O meia chutou firme e Paulo Vitor colocou para escanteio. Eliandro precisou de duas oportunidades e na segunda o atacante não desperdiçou. Bruno Nazário serviu Uederson, o atacante chutou em cima da marcação, a bola sobrou no peito do camisa nove. Eliandro ajeitou e soltou um canudo, a bola bateu na trave e estufou as redes do Rio Claro.

À frente no placar, Mauricio tirou Fumagalli, cansado, e colocou Escobar afim de dar mais proteção à defesa. Porém o técnico do Bugre não contava com a infelicidade de Uederson. O atacante, que já havia sido amarelado, entrou forte em Hudson e foi expulso de campo. Com um a menos, o Rio Claro se lançou ao ataque. Aos 39′, Franco desviou de cabeça e quase surpreendeu Luis Henrique. No lance seguinte o time da casa conseguiu o empate. Fernandinho puxou contra-ataque e chutou para o meio da área. Daniel Bueno se antecipou à defesa e empurrou para as redes.

O gol deu ânimo ao Rio Claro e o Guarani recuou demais. Aos 45′, o time da casa virou o marcador. Odair aproveitou uma bola mal tirada, girou em cima da marcação e contou com desvio para ampliar o marcador. Apesar da desvantagem, o Guarani não se deu por vencido. Aos 47′, após rebote da defesa do Rio Claro, Auremir acertou um chutaço e empatou mais uma vez o marcador.

Com o resultado, o Guarani permanece em 9º colocado com 12 pontos ganhos. O próximo adversário do Bugre é o Votuporanguense, no domingo (12), na Arena Plino Marin, em Votuporanga, às 10h.

Ficha Técnica

Rio Claro Futebol Clube x Guarani Futebol Clube
Estádio Dr. Augusto Schimdt Filho, em Rio Claro

Arbitragem: Márcio Aparecido Ribeiro de Souza, Patrick André Bardauil, Orlando Coelho Júnior e Luciano Alves de Lima

Gols: Eliandro, aos 29′ do 2ºT, Daniel Bueno, aos 40′ do 2ºT, Odair, aos 45′ do 2ºT e Auremir, aos 47′ do 2ºT.
Cartões Amarelos: Genilson, Uederson, Fernando, Marcinho, Evandro e Moisés
Cartão Vermelho: Uederson

Público e Renda: 1.247 – R$ 16.800,00

Rio Claro Futebol Clube

Paulo Vitor; Hudson, Odair, Walter e Mateus; Alê, Acleison, Fernando e Moisés; Daniel Bueno e Fernandinho.
Técnico:
 Sérgio Guedes

 Guarani Futebol Clube

Luis Henrique; Lenon, Genilson, Diego Jussani e Denis Neves; Auremir e Evandro; Bruno Nazário, Fumagalli e Uederson; Marcinho. Técnico: Maurício Barbieri.