Futebol Profissional

Classificado, Guarani empata com o Ypiranga-RS

O Bugre empatou em 2 a 2 com gols de Éverton e Renatinho

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 18/09/2016, às 18:23. Atualizado em 19/09/2016 às 17:28.

…

Classificado à próxima fase do Campeonato Brasileiro e com primeiro lugar do Grupo B assegurado, o Bugre foi até Erechim enfrentar a forte equipe do Ypiranga-RS, que almejava uma classificação à fase de mata-mata da Série C. Com apenas Leandro Santos, Ferreira e Fumagalli da equipe considerada titular o Bugre foi em busca de sua 12 vitória na competição.

Apesar de jogar com o time considerado reserva o Bugre fez uma ótima partida e empatou em 2 a 2 com o Ypiranga. Éverton e Renatinho fizeram para o Bugre. João Paulo e Marcelinho Paraíba descontaram. Com o resultado o Guarani é primeiro do Grupo B e está classificado  as quartas de finais.

O JOGO

Com mais da metade do time composto por jogadores que não vinha atuando, o Guarani foi até Erechim enfrentar o Ypiranga, no Estádio Olímpico Colosso da Lagoa, em duelo válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Como era de se esperar o Bugre sofreu muita pressão nos primeiros minutos de partida. Logo aos 3′, o Ypiranga chegou com perigo e pediu pênalti em um possível toque de mão dentro da área. O árbitro Gilberto Rodrigues mandou seguir.

Na sequência, aos 7′, o veterano Marcelinho Paraíba descolou bom passe para João Paulo dentro da área, na hora de concretizar a defesa bugrina chegou para afastar o perigo. A pressão era tanta que aos 9′, o adversário quase marcou. Labarthe lançou João Paulo sozinho mas o atacante demorou para finalizar e foi travado pela defesa Bugrina. Com uma ótima postura dentro da partida o Bugre foi cirúrgico. Aos 15′, na primeira descida ao ataque, Dênis Neves cruzou na cabeça de Éverton, o atacante bem posicionado fez o primeiro do Bugre.

Na frente no placar o Guarani administrava a partida e esperou o adversário sair para o ataque para armar o bote. Dito e feito. Aos 19′, em um contra-ataque o Bugre quase marcou o segundo, Régis fez boa jogada pela direita mas Fumagalli não conseguiu chegar na bola. Melhor no jogo o Bugre chegou ao segundo gol com Renatinho. Aos 27′, novamente em cruzamento de Denis, o meia sozinho dentro da área completou para o gol.

O Ypiranga após tomar o gol  se lançou para o ataque, minutos antes de terminar o primeiro tempo, João Paulo conseguiu diminuir o marcador. Aos 45′, após confusão dentro da área o atacante conseguiu fazer o primeiro da equipe gaúcha. Apesar do gol, o Bugre foi aos vestiários em vantagem no placar.

As duas equipes voltaram dos vestiários com posturas distintas. O Bugre entrou para tentar administrar o placar mas não conseguiu. Logo aos 3′, Túlio Renan sofreu falta dentro da área. Marcelinho Paraíba cobrou a penalidade e empatou  a partida. Precisando vencer para se classificar o Ypiranga se lançou todo à frente buscando o gol da vitória. Os espaços ficaram maiores para os contra-ataques do Bugre. Aos 14′, Daniel Damião, que havia entrado no lugar de Régis, cruzou a bola na área mas Ferreira não alcançou.

Leandro Santos foi o grande nome da segunda etapa. Aos 16′, o goleiro começou aparecer. João Paulo girou sobre a marcação do Bugre e arrematou, Leandro fez ótima intervenção. Aos 29′ novamente, Túlio Renan recebeu e o goleiro novamente fez uma bela defesa. A grande chance do Ypiranga foi aos 45′, Marcelinho Paraíba cobrou falta no angulo. Milagrosamente, Leandro Santos tocou com a ponta dos dedos e evitou a derrota do Bugre.

O Guarani enfrenta o ASA de Arapiraca nas quartas de finais do Campeonato Brasileiro. As datas ainda serão definidas pela CBF.

Ficha técnica

Ypiranga Futebol Clube x Guarani Futebol Clube
Estádio Olímpico Colosso da Lagoa, em Erechim

Arbitragem: Gilberto Rodrigues Castro, Marcelino Castro de Nazaré, Ricardo Bezerra Chianca e Mário Brum Coruja

Gols: Éverton (15′ 1ºT), Renatinho (27′ 1º T), João Paulo (45′ 1º T) e Marcelinho Paraíba (3′ 2º T)
Cartões Amarelos: Negretti, Sander, Maurício, Wesley 
Cartão Vermelho:

Público e Renda: –

Guarani
Leandro Santos;Régis, Ferreira, Maurício e Dênis; Wesley, Evandro, Renatinho, Fumagalli (Alex Santana) e Deivid (Edinho); ÉvertonTécnico: Marcelo Chamusca.

Ypiranga
Carlão; Daniel (Mikael), Negretti, Laerte e Sander; Jesé, Marcinho (Túlio Renan), Labarthe (Maycon) e Danilinho, Marcelinho Paraíba e João Paulo Técnico: Márcio Dias