Futebol Profissional

Bugre derruba jejum de 16 anos, vence o Coritiba e se reabilita na Série B

Gabriel Poveda e Jefferson Nem marcaram os gols da vitória do Alviverde

Por Guarani Futebol Clube
Publicado em 03/11/2018, às 23:25.

…

Desempenho, postura e vitória. O Guarani teve tudo isso na noite deste sábado (03), no Couto Pereira, diante do Coritiba, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com um futebol muito ofensivo, o Alviverde teve praticamente todo o jogo em seu domínio e construiu uma vitória maiúscula, por 2 a 0, sobre um dos times com maior investimento da competição. Gabriel Poveda, em noite inspirada, fez o primeiro e Jefferson Nem ampliou e deu números finais ao confronto.

A vitória leva o Alviverde aos 49 pontos e permanece na nona colocação do Campeonato Brasileiro da Série B. O próximo compromisso é terça-feira (06), às 21h30, contra o Figueirense, em Santa Catarina.

O Jogo

Com a necessidade de reabilitar-se na competição, o técnico Umberto Louzer promoveu alterações na equipe Alviverde para enfrentar o Coritiba. Denner, Jefferson Nem e Gabriel Poveda entraram nas vagas de Rondinelly e Rafael Longuine. O treinador ainda promoveu a estreia de Gabriel Poveda na vaga do suspenso Marcão. O Bugre iniciou a partida com: Agenor, Kevin, Phillipe Maia, Fabrício e Romário; Ricardinho, Willian Oliveira, Denner e Matheus Anjos; Jefferson Nem e Gabriel Poveda

Primeiro Tempo

Leve, veloz e perigoso. O primeiro tempo do Guarani foi muito consistente. Com maior domínio do setor de meio-campo, a equipe do técnico Umberto Louzer executou perfeitamente o plano de jogo traçado pelo treinador ao longo da semana. Com ocupação territorial, velocidade nas laterais e muito, mas muita profundidade, o Alviverde dominou praticamente toda primeira etapa.

A primeira boa oportunidade foi aos 7′. Fabrício cobrou falta da intermediária e obrigou Rafael Martins espalmar para a linha de fundo. O Coritiba respondeu aos 9′. Após bate-rebate dentro da área, Rafael Lima desviou e Agenor se esticou todo para espalmar. Aos 14′, em rápida transição, Denner recebeu de Jefferson Nem e chutou cruzado com perigo.

Aos 20′, Denner recebeu dentro da área, foi atropelado, mas o árbitro mandou seguir. Matheus Anjos aproveitou o rebote e chutou forte para boa defesa de Rafael Martins. O Bugre aproveitou o bom momento e ensaiou uma pressão. Aos 21′, Ricardinho aproveitou a sobra e, de fora da área, chutou com muito perigo. Aos 26′, foi a vez de Willian Oliveira arriscar para nova defesa do goleiro adversário. Aos 27′, Denner cobrou escanteio e Fabrício, sozinho, cabeceou ao lado.

A pressão surtiu efeito. Aos 30′, brilhou a estrela do garoto Poveda e do técnico Umberto Louzer. O garoto roubou a bola no meio-campo, colocou entre as pernas de Rafael Lima, abriu para Denner pela direita e projetou-se para dentro da área para chutar firme na saída de Rafael Martins e abrir o marcador para o Guarani. Se a partida já era tranquila, o gol deu ainda mais tranquilidade ao Alviverde.

Com domínio e muita imposição, o Bugre terminou a primeira etapa levando perigo. Aos 41′, Poveda recebeu pela esquerda e chutou para boa defesa do goleiro. O Coritiba ainda tentou responder aos 47′, mas Alan Costa cabeceou para fora.

Segundo Tempo

Diferentemente das oscilações apresentadas no decorrer do campeonato, o Bugre voltou para o segundo tempo e repetiu o bom futebol e a solidez apresentada na primeira etapa. Porém, o plano de jogo foi alterado, com uma postura visivelmente reativa, o Guarani preparou o bote para ampliar o marcador e consolidar a vitória em território adversário. O técnico Umberto Louzer, sabedor da postura adversária, abaixou as linhas do time Bugrino e apostou nos contra-ataques.

Apesar da oportunidade de empatar aos 6′, com Alecsandro, o Bugre soube suportar a pressão inicial do adversário e continuou incomodando. Com a transição muito rápida, o Bugre precisou de 18 minutos para fazer o segundo. Em jogada iniciada por Ricardinho, Matheus Anjos achou Jefferson Nem. O meia deixou a marcação de Rafael Lima na saudade, invadiu a área e chutou na saída do goleiro para ampliar.

O gol esfriou os ânimos do adversário. O Bugre manteve seu jogo de imposição e confirmou sua décima terceira vitória no Campeonato Brasileiro da Série B.

Ficha Técnica

Coritiba FootBall Club x Guarani Futebol Clube
Estádio Major Couto Pereira, em Curitiba
Arbitragem: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE), Francisco Chaves Bezerra Junior-PE e Bruno César Chaves Vieira-PE
Gols: Gabriel Poveda e Jefferson Nem
Cartão Amarelo: Vitor Carvalho e Rafael Lima (Coritiba); Matheus Anjos e Fabrício (Guarani)
Cartão Vermelho: Guilherme
Público e renda: 2.723 – R$ 42.196,00

Coritiba FootBall Club

Rafael Martins; Leandro Silva, Rafael Lima, Alan Costa e Abner; Wellington Simião, Vitor Carvalho, Jean Carlos (Alisson Farias) e Yan Sasse (Chiquinho); Guilherme e Alecsandro – Técnico: Argel Fucks

Guarani Futebol Clube

Agenor, Kevin, Phillipe Maia, Fabrício e Romário; Ricardinho, Willian Oliveira, Denner (Fabrício Bigode) e Matheus Anjos (Longuine); Jefferson Nem e Gabriel Poveda (Caíque). Técnico: Umberto Louzer.